sábado, 13 de agosto de 2022
Meio ambiente

Rio Monjolinho é tema de livros didáticos na área de Ecologia

Material é voltado para aplicação desde o Ensino Fundamental até cursos de graduação e também para população em geral

17 Jun 2022 - 07h12Por Redação
Material é voltado para aplicação desde o Ensino Fundamental até graduação - Crédito: DivulgaçãoMaterial é voltado para aplicação desde o Ensino Fundamental até graduação - Crédito: Divulgação

Tomando o Rio Monjolinho como tema principal, dois livros didáticos lançados recentemente pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) buscam aproximar conteúdos teóricos de Ecologia ao cotidiano de crianças e adolescentes. Além disso, o material apresenta reflexões, voltadas ao público em geral, sobre as consequências da poluição em ecossistemas aquáticos.  O trabalho, coordenado pela professora voluntária Raquel Aparecida Moreira, do Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva (DEBE) da UFSCar, é resultado de um projeto de extensão da UFSCar, com a participação de professores e alunos de São Carlos. Juntos, eles buscaram preencher uma lacuna, evidenciando a importância de metodologias alternativas, por meio da confecção de materiais didáticos, utilizando insumos de baixo custo.  As obras "Desvendando o rio Monjolinho" (https://bit.ly/3MPgTZN) e "A importância da preservação dos rios" (https://bit.ly/3Oe308m) foram publicadas pela editora RFB, em formato online; são gratuitas e destinadas a alunos dos cursos de graduação de Ciências Biológicas e Ciências Ambientais, alunos e professores dos ensinoss Fundamental e Médio de escolas de São Carlos e região, responsáveis pela gestão escolar (direção e equipe pedagógica) e também à população em geral.  "O ensino de Ciências e Biologia nos ensinos Fundamental e Médio, respectivamente, de modo geral, apresenta dificuldades devido à complexidade de seus conceitos e à falta de recursos pedagógicos diversificados, ficando muitas vezes restrito a aulas teóricas com o uso de livros didáticos", explicam os organizadores. "Particularmente nos aspectos relacionados ao estudo dos conteúdos de Ecologia, ainda existe carência de recursos didáticos que relacionem conteúdos teóricos aos fenômenos observáveis na natureza. Assim, a confecção e uso de materiais didáticos com objetos diversificados visa proporcionar a compreensão dos conteúdos de forma clara, significativa e contextualizada", complementam.  Para produzir o material, foram realizadas revisões de literatura compreendendo o histórico e estudos anteriores relacionados aos impactos antrópicos sobre a biota aquática do Rio Monjolinho. O livro "Desvendando o rio Monjolinho" (www.rfbeditora.com/ebooks-2022/ebook-54) também conta com três propostas de atividades a serem realizadas em sala de aula, que fazem parte do contexto do material, incluídos como material suplementar em forma de roteiro de aula prática. A segunda obra, o livro de atividades "A importância da preservação dos rios" (www.rfbeditora.com/ebooks-2022/ebook-55), para alunos do Ensino Fundamental I, inclui propostas de atividades como colorir e desenhar. Ambos incentivam a assimilação de conceitos científicos, possibilitando aos usuários do material um aumento no interesse e motivação sobre problemas ambientais, tendo como foco o rio Monjolinho, um dos importantes corpos d´água que abastece a cidade de São Carlos (SP). "A nascente da Bacia Hidrográfica do Rio Monjolinho fica a leste da cidade, localizada em propriedade privada. O rio termina na divisa geográfica de São Carlos e Ribeirão Bonito, desaguando no rio Jacaré-Guaçu. O Monjolinho percorre toda a cidade e recebe vários afluentes, cada um formando microbacias", explica a coordenadora da iniciativa.   Os livros têm como autores os estudantes de graduação em licenciatura em Ciências Biológicas da UFSCar, Maria Beatriz Magoci (primeira autora) e Kauê Ruggiero; e as professoras Renata Paro, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP - campus de São Carlos), Elisa Garcia, da Escola Estadual Gabriel Félix do Amaral, Odete Rocha, do DEBE-UFSCar, e Raquel Aparecida Moreira, do DEBE e coordenadora do projeto de extensão; e o doutorando Diego Gomes, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais (PPGERN) da UFSCar.  O trabalho é fruto do projeto de extensão "A construção de materiais didáticos auxiliares no processo de ensino-aprendizagem em Ecologia, Ecotoxicologia, Limnologia e introdução de conceitos sobre bioindicadores de qualidade ambiental", vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) da UFSCar.

Leia Também

Últimas Notícias