Menu
segunda, 25 de maio de 2020
Preparação e “espelho”

Handebol feminino dá exemplo: atletas treinam em casa e “puxam” familiares para atividades físicas

30 Mar 2020 - 08h28Por Marcos Escrivani
Em sua casa, atleta treina para manter a forma - Crédito: DivulgaçãoEm sua casa, atleta treina para manter a forma - Crédito: Divulgação

Momentaneamente, devido a pandemia do coronavírus, os campeonatos em todas as modalidades esportivas estão suspensos em todo o Brasil. Mas quem pensa que as atividades das equipes de alto rendimento estão paradas, engana-se.

Um exemplo de que é necessário manter o bom condicionamento físico, as atletas que compõem as equipes H7 Esportes/La Salle de handebol feminino, de São Carlos, treinam em casa diariamente e, paralelamente, motivam seus familiares para realizarem atividades físicas e, consequentemente nesta época de isolamento social, conseguem manter a qualidade de vida.

O São Carlos Agora entrou em contato com o responsável técnico das equipes, o treinador Antonio Carlos Rodrigues que enfatizou que uma logística foi montada especialmente para essa época do ano e inclui fisioterapeuta, nutricionista e profissional de Educação Física. O detalhe: tudo feito através do WhatsApp. “As particularidades são passadas para cada atleta”, observou.

COMO FUNCIONA

Antonio Carlos disse que, no momento em que as atletas deixaram de realizar treinos em grupo em ginásio de esportes e academia, foram montados vídeos explicando cada exercício. São “tarefas de casa” diária que as atletas tem que cumprir e gravar vídeos para que comprovem o cumprimento do trabalho determinado.

“Explicamos cada exercício. A posição correta, qual parte deve ser mais intensa, quanto tempo de treino e os descansos intercalados”, disse o treinador. “Isso é necessário até o retorno das atividades normais, pois acreditamos que terá em 2020 os campeonatos regulares (Liga, Paulista e Brasileiro). E se pararmos de uma vez os treinos, jogaremos por terra a pré-temporada já feita. Treinar em casa é uma estratégia para que o time se mantenha condicionado”.

CONSCIÊNCIA

O técnico são-carlense acredita que esta iniciativa faz com que todas as jogadoras da equipe agreguem para suas vidas a consciência de que as dificuldades podem ser superadas ao se referir a pandemia do coronavírus.

“Não podemos nunca nos abater e quando há obstáculos pelo caminho, temos que pensar em solução e nunca desistir. Podemos pular ou desviar deste obstáculo e seguir em frente. Somos inteligentes e lutamos diariamente para um mundo melhor. Assim, esta iniciativa para com que elas, sendo atletas de alto rendimento, se mantenham ativas, com condicionamento físico e em condições de enfrentar qualquer obstáculo, pois realizamos ainda um trabalho psicológico”, afirmou.

MENINAS QUE BRILHAM

A iniciativa de treinar em casa foi muito mais além do que Antonio Carlos imaginava. O motivo? Os familiares também realizam atividades físicas, ‘puxadas’ pelas filhas/jogadoras.

“As atletas acabaram sendo motivadoras. Os exercícios influenciaram os familiares. Assim, muitas pessoas melhoram a qualidade de vida”, comentou. “Há cuidados que devem ser tomados com cada pessoa, mas o fato dessas meninas também serem influenciadoras, é mais um ganho que temos. Isso nos motiva ainda mais nesta profissão”, finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias