Menu
domingo, 19 de agosto de 2018
Cidade

72 caminhões de lixo são retirados no primeiro dia de limpeza do Ecoponto do São Carlos VIII

09 Abr 2018 - 19h05Por Secretaria Comunicação PMSC
72 caminhões de lixo são retirados no primeiro dia de limpeza do Ecoponto do São Carlos VIII -

A imagem impressiona. São toneladas de lixo espalhados dentro e no entorno da área do Ecoponto do São Carlos VIII, localizado na principal avenida do bairro. “Isso aqui é um descaso. As pessoas vêm de caminhão e despeja tudo, de qualquer jeito”, lamenta o morador Adão Castelo Batista.  

Há um mês, o Ecoponto foi limpo e fechado para reforma. Nem mesmo a cerca foi capaz de evitar o descarte irregular dos resíduos. No último sábado (7), a Prefeitura de São Carlos, por meio das secretarias de Serviços Públicos e de Saúde e voluntários de outras pastas, começou uma nova limpeza no local.  Só no sábado foram retirados 72 caminhões de sujeira e o trabalho continua. “A limpeza seguirá durante toda a semana. Vamos refazer a cerca e deixar um funcionário no local para orientar a população. O Ecoponto do São Carlos VIII estará fechado para reforma. O descarte de pequenas quantidades de resíduos e entulhos deve ser feito no Ecoponto do Jardim Ipanema, na rua Renato Talarico Lima Pereira com Rua Miguel Petrucelli”, afirmou o secretário de Serviços Públicos Mariel Olmo.  

O trabalho contou com a ajuda dos agentes de Combate a Endemias. “Nós estamos removendo os volumosos, sofás, armários e materiais que podem servir de abrigo para animais como escorpiões, aranhas, ratos, além de materiais que podem se transformar em criadouros de mosquito, como vasos sanitários, plásticos e isopor que acumulam água da chuva”, contou Denise Scatolini, chefe da Equipe de Combate a Endemias.

O descarte de entulhos e resíduos em locais inadequados é um problema para a população e meio ambiente. “Encontramos aqui lixo doméstico, roupas, materiais que podem ser reciclados, doados, reaproveitados. É importante fazer o descarte correto dos resíduos. Isso ajuda o meio ambiente e a saúde. Um lixo descartado de maneira correta não atrairá vetores como ratos, baratas e mosquitos. Não vai obstruir as vias, atrapalhar o trânsito e haverá contaminação ambiental. Nós temos que separar o máximo possível, usar a coleta seletiva e assim diminuir o lixo que vai para o aterro”, afirmou Anabella Correa, funcionária da Secretaria de Serviços Públicos, especialista em Gestão de Resíduos.

São Carlos tem 4 ecopontos em funcionamento, em breve, outros dois serão abertos. Mas é necessário usar o ecoponto de maneira correta para evitar cenas como a do São Carlo VIII. “Os ecopontos são locais para o descarte de resíduos da construção civil, volumosos e até material para a coleta seletiva. Mas é um local para pequeno descarte, no máximo uma carroceria de uma pick-up de pequeno porte. Volumes maiores devem ser encaminhados para as empresas que estão autorizadas a receber esses resíduos e é necessário pagar por esse descarte”, explicou Mariel Olmo.

Vale lembrar que não podem ser encaminhados para os ecopontos: gesso, espelhos, lâmpadas, tinta, amianto, dentre outros resíduos perigosos. O descarte irregular de entulhos e resíduos é considerado crime ambiental e pode ser denunciado na ouvidoria pelo telefone 3362-1080 ou pelo 156. Quem quiser informações sobre as empresas que recebem resíduos no município pode ligar para 3362-1300.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias