Menu
terça, 30 de novembro de 2021
Saúde Emocional com Max Reis

10 atividades para ajudar no tratamento da depressão

16 Nov 2021 - 08h57Por Max Reis
maxreisperfil - maxreisperfil -
A Depressão se caracteriza por alguns sintomas segundo o  DSM-IV (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) tais como:
 
-Sentir-se deprimido a maior parte do tempo e quase todos os dias;
-Prazer diminuído em atividades que antes eram interessantes;
-Perda ou ganho de peso não intencional;
-Falta de sono ou excesso de sonolência;
-Problemas psicomotores, sendo agitação ou lentidão nos movimentos;
-Fadiga anormal e frequente;
-Falta de concentração;
-Sentimento de culpa e inutilidade frequente;
-Pensamentos de suicídio ou morte.
 
Além dos sintomas acima mencionados, também pode apresentar queda de rendimento no trabalho, deterioração social, familiar e relacionamentos. Lembrando que todos estes sentimentos e alteração no comportamento devem ser analisados por um profissional.
 
Caso você esteja com alguns dos sintomas citados acima, lembre-se de que nem a automedicação, nem o autodiagnóstico irão te ajudar. Procure a ajuda de um profissional, pois ele poderá dar as orientações adequadas.
 
Não tente se isolar, mesmo que, no momento, seja o que você mais quer fazer. É importante se esforçar e começar a fazer aquelas coisas das quais gostava, sempre na companhia de pessoas que possam vir a te ajudar.
 
Como superar a depressão?
 
A depressão é diferente da tristeza, logo a ajuda do terapeuta e/ou psiquiatra é necessária. Alguns indivíduos podem requerer um tratamento multidisciplinar com medicamentos psiquiátricos para suavizar os sintomas depressivos e a terapia para reorganizar e ressignificar os eventos causadores deste problema.
 
Abaixo algumas orientações para superar e melhorar este transtorno depressivo.
 
1) Prática de atividade física
As atividades físicas são ótimos remédios naturais para a depressão, ansiedade, transtorno do pânico e outros transtornos mentais. Ao movimentar o seu corpo por, pelo menos, 20 minutos ao dia, você estimula a produção e liberação dos “hormônios do prazer e felicidade”, tais como: Endorfina – Dopamina – Serotonina. 
 
2) Socializar
A vontade de se isolar é um dos sintomas da depressão. Além da falta de energia as pessoas depressivas acreditam que ninguém as compreende, ou que irão julgar seu jeito e suas limitações. Por essa razão, evitam momentos sociais. Mas, na verdade, você deve tentar manter a sua vida social movimentada. Mesmo que seja saídas ocasionais com amigos já será suficiente para aliviar o mau humor e desânimo.
 
3) Praticar Meditação
A meditação é uma prática que reduz a ansiedade e combate pensamentos negativos. Como a depressão desencadeia muitos sentimentos e negativos e desagradáveis, meditar ajuda a limpar a mente do indesejável. Praticar a meditação por somente cinco minutos diariamente já é capaz de fazer uma grande diferença no seu dia!
 
4) Hobby - Passatempo
Ter alguma atividade de lazer ou hobby pode ser uma ótima ideia para afastar os pensamentos negativos, socializar e produzir um pouco de prazer e bem estar. E a criatividade é livre para pensa em algo que ira ser interessante:
Pintar - Teatro e artes - Participar de uma comunidade - Dança - música - instrumento musical - Academia - Bike – Luta - Leitura – Jogos - Pescar – Costurar - Viajar – Cozinhar - Blog - Gravar vídeos - Fotografar
 
5) Esquecer e superar o passado
Grande parte dos transtornos depressivos envolvem traumas, passado, frustações, entre diversas outras situações de prisão emocional. E uma forma de libertar-se deste problema é a superação dos sentimentos reprimidos e pensamentos ruminantes.
 
6) Criar o hábito de reclamar menos e agradecer mais
O hábito de reclamar não é muito saudável para a saúde da mente e a do corpo. Além disso, pessoas “reclamadoras” afastam amigos e familiares e perdem oportunidades de formar novos vínculos afetivos em razão de sua negatividade.
A gratidão tem o efeito contrário da reclamação. Ela eleva o humor, combate a superprodução de cortisol, aumenta a sua felicidade e aproxima pessoas umas das outras.
 
7) Melhore sua alimentação
Uma boa alimentação não fará com que nossa depressão desapareça. O que conseguiremos é que nosso sistema imunológico fique mais forte e que nosso cérebro disponha de nutrientes adequados, que favorecem a liberação de determinados neurotransmissores que nos ajudarão a nos sentirmos melhor a cada dia.
 
8) Procure seu médico de confiança
O diagnóstico da depressão é clínico, feito pelo profissional psiquiatra/psicólogo após uma conversa levantando sobre o histórico familiar, o momento atual vivido e alguns sintomas presente no transtorno depressivo. Não existe exames laboratoriais específicos para diagnosticar depressão.
Porém é valido cuidar de algumas questões de saúde com seu médico de confiança, que podem colaborar para o quadro de melhora.
 
9) Medicação antidepressivos
Antidepressivos são medicamentos indicados para tratar a depressão e outros transtornos psicológicos e exercem a sua ação no sistema nervoso central, apresentando diferentes mecanismos de ação.
Por isso, é importante consultar o psiquiatra para que seja realizado o diagnóstico correto de depressão e, assim, seja possível ser orientado o melhor tratamento, a dose do medicamento e a duração.
 
10) Faça terapia
A psicoterapia ajuda a diminuir as dificuldades emocionais, estimulando o autoconhecimento e a resolução de conflitos internos da pessoa.
Algumas das técnicas utilizadas tem o foco em melhorar a autoestima, desenvolver ferramentas para enfrentar as situações que produzem os sintomas e mudar o pensamento depressivo. Além da abordagem psicanalítica que tem a proposta de compreender melhor as causas deste problema, afim de ressignificar o quanto tudo isso lhe afeta.
maxreisrodape

Leia Também

Últimas Notícias