Menu
sexta, 23 de outubro de 2020
Cidade

Com apoio da Prefeitura CEFA irá instalar semiliberdade em outro local

13 Ago 2009 - 17h28Por Redação São Carlos Agora
O presidente do Centro de Educação e Formação ao Adolescente (CEFA) Professor Cid da Silva César, entidade gestora da medida socioeducativa de semiliberdade em São Carlos em parceria com a Fundação Casa, Vicente de Paula Silva, disse ontem (13), em entrevista coletiva no Paço Municipal, que vai abrir mão do imóvel já locado para atender os adolescentes que necessitam passar por esse programa e que a partir de agora vai contar com a ajuda da Prefeitura de São Carlos para encontrar um local realmente adequado para esse fim.

A decisão do presidente do CEFA foi tomada após reunião com o prefeito Oswaldo Barba. O prefeito colocou a Prefeitura à disposição do Centro para encontrar um novo local para implantação da semiliberdade. A coletiva contou com a participação do prefeito, do presidente da Câmara Municipal, Lineu Navarro, de outros vereadores e secretários municipais.

O imóvel que foi locado, uma casa no centro da cidade, inaugurado no último dia 28 de julho pelo Governo do Estado, com capacidade para atender a 20 adolescentes da cidade e dos municípios de Boa Esperança do Sul, Descalvado, Ibaté e Ribeirão Bonito, que fazem parte da 12ª Circunscrição do Poder Judiciário paulista, não tinha alvará de funcionamento, por isso a Prefeitura já tinha notificado o CEFA.

“Reunimos todo a nossa equipe e resolvemos transferir a unidade para um novo local. Vamos entrar em contato com o proprietário do imóvel para resolvermos da melhor forma a rescisão do contrato de locação. A reação dos moradores nos surpreendeu, mas não queremos entrar em atrito com ninguém e por isso optamos por um novo local. Como a Prefeitura é uma grande parceria da entidade, resolvemos pedir a colaboração do município”, explicou o presidente do CEFA.

Segundo o prefeito Oswaldo Barba a Prefeitura é a favor da volta da medida socioeducativa de semiliberdade, mas não pode ignorar as leis municipais. “Temos todo o interesse que a semiliberdade volte a funcionar o mais rápido possível para que os nossos jovens não sejam encaminhados para outras cidades, portanto estamos dispostos a ajudar a Fundação Casa, através do CEFA, para que encontrem o mais rápido possível um local adequado”, frisou Barba.

Os secretários municipais de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Alberto Engelbrecht, de Infância e Juventude, Roberto Menezes e de Cidadania e Assistência Social, Rose Mendes, foram designados pelo prefeito Oswaldo Barba para colaborar com o CEFA na resolução desse problema.

Na próxima terça-feira (18), será realizada a primeira reunião com os representantes da Fundação Casa, do CEFA, da Prefeitura, para definir a localização de um novo local para a semiliberdade.

Audiência pública – Segundo o presidente da Câmara Municipal, Lineu Navarro, a audiência pública proposta pelo vereador Edson Fermiano para esta sexta-feira (14), às 15h30, está mantida. Foram convidados representantes da Fundação CASA, do CEFA, da Prefeitura, Juizado e Promotoria de Infância e Juventude, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Conselho Tutelar.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias