Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Meio ambiente

"Trilha da Natureza" inscreve em minicurso e lança podcasts

Programas enfocam experiências e pesquisas relacionadas ao fragmento do Cerrado da UFSCar

13 Abr 2021 - 07h19Por Redação
Em 2014, projeto passou a ofertar as visitas abertas à comunidade, que têm o intuito de levar pessoas a conhecerem o Cerrado da UFSCar - Crédito: DivulgaçãoEm 2014, projeto passou a ofertar as visitas abertas à comunidade, que têm o intuito de levar pessoas a conhecerem o Cerrado da UFSCar - Crédito: Divulgação

O projeto de extensão "Visitas Orientadas à Trilha da Natureza" está com as atividades de visitação ao Cerrado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) suspensas em função das restrições de acesso impostas pela pandemia de Covid-19. Contudo, as atividades de divulgação da importância da conservação dessa área em particular e de sensibilização da comunidade em relação à conservação ambiental, em sentido amplo, continuam. Para isso, novos formatos têm sido utilizados. Assim, neste ano, o projeto está lançando a segunda temporada de podcasts na qual, a cada duas semanas, são entrevistados pesquisadores que conduzem seus projetos no fragmento de Cerrado da UFSCar.

Os podcasts são produzidos pela equipe de monitores e bolsistas do Projeto, sob a coordenação de Eduardo Barreto de Oliveira, estudante do curso de Linguística e bolsista da Pró-Reitoria de Extensão (ProEx), que também apresenta e realiza as entrevistas.

Para o primeiro programa de 2021 - lançado no mês de março -, foi entrevistada a colaboradora da "Trilha da Natureza" e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Conservação da Fauna (PPGCFau) da UFSCar Melissa Freitas da Silva. Ela fala sobre a sua experiência como monitora da "Trilha da Natureza" e sobre a influência dessa experiência nas suas escolhas profissionais. No programa, ela também aborda a sua pesquisa "Uso da Mastofauna como Ferramenta para Conservação: Estudo de Caso do Cerrado Onde Fica a UFSCar - Campus São Carlos, SP", desenvolvida sob orientação da professora Ana Paula Carmignotto, do Departamento de Biologia (DBio-So) da UFSCar-Sorocaba, e coorientação da professora Carolline Zatta Fieker.

Os programas estão disponíveis no Spotify (Trilha da Natureza), pelo link https://spoti.fi/2RhEg79.

Minicurso

O projeto também está com inscrições abertas para o minicurso "Cada qual no seu lugar: regras de boa convivência para animais silvestres e domésticos". A atividade tem início no dia 14 de abril, com encontros semanais de 2 horas, às quartas-feiras, a partir das 19 horas. As inscrições devem ser feitas pelo formulário eletrônico (disponível em www.even3.com.br/cursotrilhadanatureza). As temáticas abordadas são "Animais silvestres em áreas naturais"; "Pets, animais silvestres e doenças"; "Covid-19 e animais silvestres"; "O animal silvestre pode ser pet?"; entre outros.

Mais informações sobre a iniciativa constam nas páginas do Facebook (facebook.com/TrilhaDaNaturezaUfscar) e Instagram (instagram.com/trilhadanaturezaufscar) do Trilha da Natureza.

SOBRE A TRILHA DA NATUREZA

O projeto de extensão "Visitas Orientadas à Trilha da Natureza" da UFSCar nasceu em 1986, a partir da ideia de um grupo de professores do antigo Departamento de Ciências Biológicas de planejar uma trilha interpretativa na área do Cerrado da Universidade. No entanto, o "Trilha da Natureza" só foi inaugurado em 10 de abril 1992. Desde 2014, é coordenado pelo Departamento de Apoio à Educação Ambiental (DeAEA) da Secretaria Geral de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (SGAS) e tem a participação do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm) e apoio da Pró-Reitoria de Extensão (ProEx), todos da UFSCar. Como instituição parceira, conta com o Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) da Universidade de São Paulo (USP), responsável pela condução da maioria das visitas escolares do Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Em 2014, o projeto passou a ofertar as visitas abertas à comunidade, que têm o intuito de levar pessoas a conhecerem o Cerrado da UFSCar. "Além disso, desde 2018, passamos a oferecer algumas atividades culturais - em parceria com outros grupos - que inclui a promoção de saraus artísticos, rodas de conversas, práticas de ioga, meditação e capoeira. São ações que contribuem para uma maior interação entre a comunidade e o remanescente de Cerrado da UFSCar e para a melhoria da qualidade de vida", complementa Liane Biehl Printes, coordenadora do DeAEA.

Com a pandemia, o projeto teve que se reinventar. Foram lançadas as lives da "Trilha da Natureza", que, além de apresentarem uma visita virtual pelo Cerrado, abordaram temas relacionados ao Cerrado e também à conservação da natureza de modo geral, tais como medicina do Cerrado, acidentes ofídicos, tradições indígenas, animais silvestres, fotografia de áreas naturais, conservação em zoológicos e educação ambiental. Todos esses programas podem ser acessados no canal do YouTube da Trilha da Natureza (https://bit.ly/3cVyWhX). Além das lives, o projeto já conta com 10 podcasts no Spotify (https://spoti.fi/2RhEg79).

Mais informações podem ser acessadas no site da SGAS (www.sgas.ufscar.br/deaea), nas páginas do projeto no Facebook (facebook.com/TrilhaDaNaturezaUfscar) e Instagram (instagram.com/trilhadanaturezaufscar/) ou solicitadas pelo e-mail trilhadanatureza@gmail.com.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias