Menu
sexta, 07 de maio de 2021
Cidade

Guia de serviços para crianças e adolescentes do Município é elaborado por pesquisadores da UFSCar em conjunto com a Prefeitura de São Carlos

22 Jun 2012 - 15h32

Um Guia de Serviços para Crianças e Adolescentes do Município de São Carlos acaba de ser elaborado por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e integrantes da Secretaria Especial de Infância e Juventude da cidade. A obra, disponibilizada em suporte impresso, contém uma listagem com contatos de todos os serviços municipais direcionados para crianças e adolescentes, de natureza governamental e não-governamental, voltados para educação, saúde, assistência social e esportes.

Impresso pela Secretaria, o material contém dados de contato dos serviços agrupados em cinco regiões no município - Cidade Aracy, Vila Isabel, Santa Felícia, São José e Redenção -, além de alguns serviços de atendimento mais geral da cidade. São identificados aproximadamente 30 serviços por região.

Na UFSCar, a elaboração do material foi conduzida em torno do "ReCriAd: articulação e gestão da rede de serviços sociais à criança, ao adolescente e ao jovem em São Carlos", um projeto de extensão que mantém parceria com o Município para reunião dos profissionais que atuam com crianças e adolescentes numa rede que tem como objetivo colocá-los em contato, promover a comunicação entre os serviços e contribuir para a efetividade do trabalho das organizações. Esse grupo promove reuniões periódicas em cada uma das cinco regiões identificadas no guia. São aproximadamente 20 pessoas por região que se reúnem três vezes ao ano. O grupo gestor, por sua vez, se reúne a cada 15 dias e é composto por representantes das secretarias e da UFSCar.

Segundo Ana Paula Serrata Malfinato, docente do Departamento de Terapia Ocupacional (DTO) da UFSCar e coordenadora do ReCriAd, a ideia do Guia de Serviços surgiu em uma das reuniões da rede. "As informações sobre o trabalho desses profissionais não estava organizada e o diálogo é fundamental para efetivar a ação desses serviços públicos. Conhecer os serviços é fundamental", afirma a professora.

Ao buscar dar um exemplo da aplicação do Guia, Ana Paula explica que é importante que os atendimentos às crianças e adolescentes seja regionalizado e que é fundamental que os profissionais que os atendam conheçam a realidade do bairro onde vivem, que escolas existem próximo de casa, que projetos de ONGs são realizados no local, dentre outras informações que são importantes para que as necessidades sejam atendidas de forma efetiva.

Na elaboração do Guia atuaram aproximadamente 20 pessoas da UFSCar, com o auxílio dos profissionais da cidade. Eles mapearam as informações sobre os serviços nas secretarias da Prefeitura, em outras instituições governamentais e não-governamentais e nos próprios bairros. O lançamento do material ocorreu no dia 6 de junho, na Prefeitura Municipal, porém, o Guia está sendo apresentado aos profissionais da rede em reuniões que estão ocorrendo nas regiões. Já foram realizados encontros nos dias 18 e 19 de junho e estão programados outros para os dias 25 e 26 deste mês.

Ao falar sobre esse trabalho num contexto geral, Ana Paula ressalta a dimensão intersetorial e interdisciplinar do trabalho social. Segundo ela, apesar de difícil, essa visão é importante. Nessa perspectiva, segundo a professora, "é possível desenvolver ações menos fracionadas e mais direcionadas às necessidades reais dos sujeitos. Nós buscamos isso na rede".

O grupo ainda está planejando como será a atualização do Guia de Serviços. Pretendem que ele seja disponibilizado online, na Internet, e que seja algo dinâmico. Atualmente, os interessados em adquiri-lo podem entrar em contato direto com a Secretaria de Infância e Juventude. Contatos podem ser mantidos pelo telefone (16) 3371-4057 ou pelo e-mail infancia_juventude@saocarlos.sp.gov.br.

METUIA - As ações do ReCriAd fazem parte do programa de Extensão METUIA - Terapia Ocupacional no Campo Social, coordenado por Roseli Esquerdo Lopes, docente do DTO. A iniciativa, que existe desde 2001, possui outros núcleos, além da UFSCar, na Universidade de São Paulo (USP) e na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A palavra que identifica o grupo vem da língua língua indígena Bororo e significa amigo, companheiro.

No âmbito do METUIA foi criado, em 2008, o ReCriAd, que tem como objetivo desenvolver ações de ensino, pesquisa e extensão no campo de Terapia Ocupacional Social, formar pessoas, desenvolver conhecimento e interagir com a comunidade. Desde 2010 o projeto mantém a parceria com a Prefeitura de São Carlos por meio da qual atuam na rede de profissionais que atuam com crianças e adolescentes no município.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias