terça, 28 de maio de 2024
Região

PM de Dourado realiza treinamento de combate à explosão de caixas eletrônicos

29 Jul 2015 - 10h41Por RB Na Rede

A Polícia Militar de Dourado realizou na noite desta terça-feira (28) um treinamento de combate a quadrilhas especializadas em explosão de caixas eletrônicos e roubos a bancos. O simulado aconteceu na única agência bancária da cidade, localizada na rua 15 de novembro, no Centro.

No treinamento estavam envolvidos os policiais militares que atuam na cidade de Dourado, supervisionados pelos Capitães Paulo Roberto Nucci Junior e Luís Sergio Mussolini Filho, e contou com a participação do grupo o Grim Reapers Operators, um time de airsoft voltado a prática de simulações de operações, de São Carlos.

O simulado visou aprimorar técnicas de aproximação e progresso ponto a ponto em ocasiões onde bandidos armados pretendam explodir caixas eletrônicos ou roubar bancos. No treinamento os militares também receberam orientações de como reagir nos casos em que houver reféns nessas situações.

Durante a simulação foram usados veículos, réplicas de fuzil e bombas de efeito moral, sendo realizada em quatro situações, com o objetivo de demonstrar todas as técnicas de combate aos bandidos, contenção de atividade insegura, revista de suspeitos e prisão de assaltantes, inclusive com troca de tiros com armas airsoft.

Essa é a terceira vez que o treinamento é realizado pelos policiais do 38º Batalhão da PM, sendo a primeira em Descalvado no mês de março e a segunda em junho na cidade de São Carlos. “A ideia surgiu aqui no 38º Batalhão da PM e pretendemos expandir para outras regiões e quem sabe no futuro para todo o Estado de São Paulo, com a intenção de aperfeiçoar o treinamento dos militares em campo real, simulando ocasiões que podem acontecer”, observou Mussolini.

Para o Capitão Nucci, é importante este tipo de treinamento, pois prepara os militares para situações de risco. “Nunca sabemos quando os bandidos vão agir e simular ações deste tipo prepara os policiais para combater a criminalidade, principalmente a identificar situações estranhas e indivíduos suspeitos que possam estar rondando agências bancárias da cidade”, ressaltou.

Com a grande mobilização de policiais e dos integrantes do grupo Grim Reapers Operators, todas as simulações foram acompanhadas por dezenas de pessoas.

Leia Também

Últimas Notícias