Menu
sábado, 18 de setembro de 2021
Região

GM de Araraquara deve começar a usar pistola de choque e fazer rondas com cães

04 Jul 2010 - 12h43Por Redação São Carlos Agora

A Guarda Civil Municipal de Araraquara vem trabalhando nos bastidores para implantar uma série de mudanças estruturais e internas para se equipar neste segundo semestre de 2010.

Além de planos de reforço do efetivo, o comando do órgão criou uma equipe tática batizada de Ronda Ostensiva Municipal (Romu). Caberá a esses agentes pré-selecionados, atuações mais ostensivas, entre elas o uso da pistola Taser - arma de choque paralisante - e a administração de um Canil.

Os detalhes estão sendo tratados pelo atual comandante da Guarda, o tenente Rudi Bauer, ex-chefe de Instrução do Tiro de Guerra.

A proposta anterior de implantação de armas de fogo no dia-a-dia dos guardas foi engavetada. Segundo o tenente Bauer porque os testes podem perfeitamente ser feitos com a Taser, já usada pela Polícia Militar como medida de contenção desde o ano passado. O assunto já foi discutido em reuniões e a Prefeitura estuda a melhor forma de comprar o equipamento, cujo valor não foi informado. O uso será exclusivo dos integrantes da Romu.

Vulnerabilidade

Por usarem a tradicional farda azul, com coletes à prova de balas e uma boina semelhante às dos militares da Força Tática da Polícia Militar, a equipe tática da Guarda Municipal pode ser visualmente confundida com policiais de elite. Até por isso, o tenente Bauer vê a necessidade de "armá-los", pois a vulnerabilidade dificulta a ronda em prédios públicos de bairros considerados perigosos.

Cláudio Dias/Araraquara.com

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias