quarta, 24 de abril de 2024
Região

Centro de Zoonoses de Ibaté realizou em 2014 mais de 4 mil atendimentos e 717 cirurgias de castração

07 Mar 2015 - 09h33

O Centro de Controle de Zoonoses de Ibaté, o qual oferece gratuitamente a população que estiver devidamente cadastrada, consultas clínicas e cirurgias de castração, além de doação de cães e gatos, apresentou o relatório anual de 2014 referente a todos os serviços disponibilizados pelo local.

O CCZ realizou 4.155 (quatro mil, cento e cinqüenta e cinco) consultas clínicas, 717 (setecentos e dezessete) cirurgias de castração, 84 (oitenta e quatro)  doações e 90 (noventa) recolhimentos de animais, tudo no período de Janeiro a Dezembro.
De acordo com o Prefeito Alessandro Rosa, não existe na nossa macro região, outra cidade do nosso porte que faça um trabalho tão significativo como este, pois 717 cirurgias de castração representa uma média de 4.000 mil animais que deixaram de nascer no município.

Além disso realizou mais de 4.000  mil consultas clínicas, evitando assim um problema de saúde publica causado pelas doenças conhecidas como zoonoses, as quais são transmissiveis aos seres humanos.
Dr. Alessandro destaca ainda que  a Ex-Prefeita Lu Spilla, durante sua gestão reformou o CCZ e adquiriu novos equipamentos e que para este ano existe o projeto de aquisição de um aparelho de anestesia inalatória, para assegurar mais ainda o ato cirúrgico dos animais.

A Chefe de Seção do CCZ Dra. Claudia Boschilla explica que desde a inauguração do CCZ, mais de 4.500 (quatro mil e quinhentas) animais já foram castrados no município, e mais de 20.000 (vinte mil) consultas clínicas já foram realizadas.

"É preciso que os donos de cachorros e gatos castrados, mesmo que o animal esteja castrado, os mantenham em suas residências, em local seguro, com boa alimentação e bem cuidado e nunca permitir que o mesmo fique em vias públicas, pois além da sujeira que fazem, existe o risco com os problemas de saúde que isso pode ocasionar, colocando em risco a segurança da população, em sua grande maioria crianças, por isso a importância de se manter o animal longe das ruas", explicou Dra. Claudia.

O Assessor Dr. João Vitor Rosa lembra que abandonar ou maltratar animais é crime, de acordo com a Lei Federal N° 9605/98,  com pena de 3 meses a um ano de detenção e multa e que qualquer pessoa pode denunciar este crime na Delegacia de Polícia.
O Centro de Controle de Zoonoses atende de segunda á sexta-feira das 8h00 às 17h00, sendo as cirurgias realizadas das 8h00 às 12h00 e as consultas clínicas no horário das 13h00 às 16h30, onde os agendamentos devem ser realizados previamente no local ou por telefone. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (16) 3343-7031.

Leia Também

Últimas Notícias