Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Região

Campanha antirrábica é suspensa em Ibaté

01 Set 2010 - 12h15Por Redação São Carlos Agora

Seguindo a recomendação da Secretaria de Estado da Saúde, Ibaté suspendeu a campanha de vacinação antirrábica, que estava marcada para ocorrer no próximo dia 11.

De acordo com o assessor e coordenador do departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, João Vítor Rosa Júnior, o município não foi o responsável pela suspensão da campanha. “A campanha não foi suspensa pelo município e sim esta foi uma orientação da Secretaria do Estado e do Ministério da Saúde”.

A vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde e repassada à Secretaria de Estado e depois aos municípios foi aprimorada. A determinação foi tomada após a constatação, da Secretaria de Estado, de que o número de reações adversas foi maior do que o observado em anos anteriores, podendo trazer riscos aos animais imunizados. “De início era uma vacina mais potente, mais aprimorada do que a antiga, mas que trouxe alguns problemas e reações adversas”, explica João Vítor, que também é médico veterinário.

Os proprietários de animais interessados em realizar a vacinação poderão procurar o serviço em uma clínica particular ou comprar a vacina em estabelecimentos idôneos. O médico veterinário conta que a vacina não tem um custo alto.

Embora a doença esteja controlada em todo o estado, João Vítor ressalta a importância da vacinação. “A raiva está muito controlada no Estado de São Paulo, mas é indispensável fazermos a vacinação. Como veterinário recomendo que a vacinação seja feita para garantir a saúde do animal e da família, porque ainda não sabemos quando a vacinação será realizada, se será realizada este ano ou se a vacina antiga voltará a ser usada. Não temos nenhuma definição e nem previsão”, diz.

O Centro de Zoonoses João Trevizan está à disposição para a aplicação da vacina. “Estamos à disposição se os proprietários de animais quiserem trazer a vacina para aplicação no cão ou gato, desde que a mesma seja adquirida em um estabelecimento regularizado, que tenha um médico veterinário responsável”.

Para o esclarecimento de dúvidas, basta contatar o Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente e o Centro de Zoonoses através do telefone (16) 3343 5030.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias