segunda, 26 de fevereiro de 2024
Região

Advogado é preso acusado de pichar vagões de locomotiva

29 Abr 2017 - 11h23
Material apreendido com os acusados (Foto: Chico Lourenço) - Material apreendido com os acusados (Foto: Chico Lourenço) -

Um advogado de 32 anos e um colega de 37 foram presos pelo crime de dano em Araraquara, na tarde desta sexta-feira dia 28, acusados de pichar vagões da concessionária que administra a ferrovia com dizeres ofensivos à polícia.

Uma testemunha teria visto os dois pichando os vagões e avisou a Polícia Militar (PM), que foi ao local e encontrou com os suspeitos um spray, luvas, cachimbo e materiais plásticos com resquícios de droga.

Luís Henrique de Souza conversou com a reportagem e negou o crime de dano. O homem, que tem registro na OAB, disse que parou próximo aos vagões, na região da Vila Renata, para consumir droga com o colega, que vive em situação de rua. E, que depois, visitaria dois clientes na penitenciária.

O advogado, que disse ser formado em direito na UNESP de Franca, confessou ser dependente químico e já respondeu processo por dano ao patrimônio público.

Na delegacia, foi arbitrada fiança de R$ 1.000 para cada um. Eles não pagaram e foram encaminhados para a cadeia de São Carlos. A OAB Araraquara informou que prestou apoio ao advogado na delegacia e disponibilizou profissionais para suporte jurídico ao acusado.

(Portal Morada)

Leia Também

Últimas Notícias