Menu
sexta, 28 de fevereiro de 2020
Meio Ambiente

Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos gera debate na Câmara

11 Fev 2020 - 14h33Por Redação
Autoridades da área discutiram plano municipal de gestão de resíduos sólidos - Crédito: DivulgaçãoAutoridades da área discutiram plano municipal de gestão de resíduos sólidos - Crédito: Divulgação

A Câmara Municipal realizou segunda-feira, 10, audiência pública para discussão do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Elaborado pela Fipai (Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial), o plano foi entregue à Prefeitura no final do ano passado.

A audiência contou com presenças do secretário municipal do Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, José Galizia Tundisi; professor doutor Valdir Schalch, coordenador da FIPAI; Tulio de Lima, da equipe técnica da fundação; Flávio Okamoto, promotor público do Meio Ambiente; Bernardo Teixeira, do Fórum de Residuos Sólidos; e José Antonio Zerbetto, representando o Condema, autoridades municipais e vereadores.

Na ocasião foram apresentadas em detalhes as diretrizes e ações do plano, propostas para um horizonte de 20 anos, com revisões periódicas. Segundo o secretário Tundisi, o Plano é um esforço para que São Carlos possa promover e desenvolver uma gestão de todos os resíduos sólidos do município. “Temos que avançar coleta seletiva para todo município e promover uma economia importante baseada na coleta seletiva, reaproveitar de forma mais intensa possível e eficiente os resíduos de construção civil de modo a torná-lo um sistema qualificado de produção de material reciclado e implantar no município a logística reversa; é uma tarefa grande”, disse.

Durante a audiência foram abordados aspectos técnicos referentes à gestão ambiental. Tulio de Lima apresentou a estrutura do plano, objetivos e estrutura das ações propostas para o município. Ele destacou a importância da divulgação à população sobre forma adequada de descarte de resíduos passíveis de logística reversa e defendeu que após aprovado o pleno seja efetivamente colocado em prática.

Em seguida se pronunciaram o promotor Flavio Okamoto, o professor Bernardo Teixeira, os vereadores Rodson Magno do Carmo, Azuaite França, Edson Ferreira e Lucão Fernandes. O presidente da Câmara informou que novas audiências serão agendadas para a discussão do tema. Também se manifestaram o professor Paulo Mancini, a diretora do Procon Juliana Cortez e o Sr.Tiago, representante de empresas do setor de resíduos sólidos.

No final da audiência, o Prof. Valdir Schalch destacou que o Plano elaborado atende rigidamente à política nacional de resíduos sólidos, assinalando que não as responsabilidades quanto ao tema são compartilhadas e não recaem somente sobre o poder público.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias