Menu
segunda, 20 de setembro de 2021
Política

Com “DNA” político na família, Netto Donato não descarta pré-candidatura a deputado

11 Set 2017 - 07h58
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Falta mais de um ano para a eleições de 2018 que irá eleger o novo presidente brasileiro, bem como governadores, senadores e deputados (federais e estaduais). Com isso, as articulações nos bastidores dos partidos começam a fervilhar com os possíveis nomes de pré-candidatos que irão postular candidaturas tanto no Executivo, como no Parlamento.

Um dos possíveis nomes ventilados em São Carlos é de Netto Donato, hoje no PMDB e que foi candidato a prefeito nas eleições de 2016 e obteve 25.016 votos (20,25% dos votos válidos). Foi o segundo mais votado.

Neto de Antonio Donato, duas vezes deputado estadual nos anos 1960/70 e três vezes vereador em São Carlos, o peemedebista disse que possui o "DNA" político do avô e se considera uma nova opção na política são-carlense. "Existe sim esta possibilidade. Mas sinceramente não sei se seria estadual ou federal. Posso dizer que hoje há tratativas para que aconteça essa pré-candidatura. Há conversas dentro do partido tanto a nível local, como estadual. Tem um fundo de verdade nas notícias que corre nos bastidores da política", revelou ao São Carlos Agora.

GESTÃO PÚBLICA

Netto possui formação em Gestão Pública e tem 11 anos de experiência na área. Por este motivo, disse que se candidatou a prefeito e tinha como meta administração São Carlos de uma forma diferente, sem barganhas e/ou promessas. "Mas com propostas e projetos dentro da realidade político-econômica", esclareceu. "Por isso acredito que estou apto a ser pré-candidato tanto na Alesp ou Câmara Federal. Desta forma, usar minha formação profissional no exercício dos cargos públicos", emendou.

Netto Donato deixou claro que, caso saia como pré-candidato a deputado, a meta é "sair para ganhar". "Unir forças e buscar apoios. Pensar sempre na cidade de São Carlos que tem condições de ter dois deputados federais e dois estaduais. Basta que haja uma união política na cidade. Assim a grande beneficiada será a população pois terão representantes lutando para que benefícios sejam encaminhados para a cidade".

Segundo ele, excessos de cândidos é prejudicial. "Por isso bato na tecla da união política. Este é meu trabalho hoje. Dialogar com os possíveis candidatos e trabalhar por São Carlos. Propor projetos e unir as forças para o bem comum, que é o cidadão são-carlense".

8 MESES

Indagado sobre os oito meses de Airton Garcia (PSB) à frente da Prefeitura Municipal, Netto Donato lamentou o atual momento e admite que a população são-carlense está decepcionada.

"Em 2016, nossa candidatura enfatizava que não haveria espaço para grandes investimentos devido à crise financeira que afeta o país. Por isso deixamos de lado as promessas e focamos no trabalho sério, mas com propostas e metas dentro da realidade brasileira e, principalmente, de São Carlos que é uma cidade endividada. Hoje vemos que algumas promessas do prefeito não foram cumpridas. E outras não serão, ao final do seu mandato. Imagino que os eleitores estejam muito decepcionados", finalizou Netto Donato.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias