terça, 28 de maio de 2024
Esportes

Tom compara jogos da segunda fase como ‘finais’

Goleiro e capitão do São Carlos afirma que a partir de agora, além da técnica, atletas terão que ser guerreiros

21 Ago 2015 - 08h04
Tom durante treino. “A própria divisão propõem que os times têm que ser guerreiros”. Foto: Marcos Escrivani - Tom durante treino. “A própria divisão propõem que os times têm que ser guerreiros”. Foto: Marcos Escrivani -

Assisense, Prudente, Jabaquara, Taboão e Olímpia. Adversários da segunda fase do São Carlos na segunda fase do Campeonato Paulista da Série B. Serão mais dez jogos (em dois turnos) que irão definir os qualificados para a Série A3 de 2016.

Para o capitão e goleiro da Águia, Tom, não são somente jogos. Serão finais, tal a importância de cada compromisso nesta nova fase.

"Literalmente uma fase final, temos que jogar todos as partidas como se fossem decisões, que na verdade serão "finais" para nós", disse, alertando que um tropeço pode ser o adeus ao sonho do acesso.

QUALIFICADO

Para Tom, o grupo onde está o São Carlos é considerado o "da morte", tal a qualificação de Assisense, Prudente, Jabaquara, Taboão e Olímpia.

Ele admite que o grupo são-carlense conhece somente o Olímpia, adversário da primeira fase, onde foram conquistados uma vitória e um empate. "Não conhecemos os outros adversários, mas creio que é o grupo mais forte. Portanto, todo cuidado é pouco. Vamos ter que estar focados ao máximo", observou. 

GUERREIROS

Na primeira fase, a equipe comandada por Rafael Guanaes foi caracterizada por uma equipe técnica, apesar de disputar uma divisão onde a maioria dos adversários dispõe de atletas mais voluntariosos.

Tom adiantou, entretanto, que a partir de agora cada jogador do São Carlos terá que dar um pouco mais de si para ao final da segunda fase concluir a meta traçada no início da temporada.

"A própria divisão propõem que os times têm que ser guerreiros. Só na técnica não dá para ser campeão da Segunda Divisão. Se fosse uma A2 (que eu joguei na temporada passada) só na técnica consegue ir longe. Já na segunda divisão tem que ser guerreiros e batalhadores", finalizou Tom.

Leia Também

Últimas Notícias