Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021
Após mais um teste cardíaco...

São Carlos Futsal despacha Praia Grande e disputa o ouro nos Abertos

19 Nov 2018 - 09h47Por Marcos Escrivani
São Carlos Futsal despacha Praia Grande e disputa o ouro nos Abertos - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

A grande torcida que compareceu na tarde deste domingo, 18, no ginásio municipal de esportes Milton Olaio Filho teve mais um teste cardíaco.

Pela semifinal do futsal livre masculino dos Jogos Abertos do Interior, o São Carlos Futsal conseguiu superar Praia Grande e vai em busca de uma inédita medalha de ouro nos Jogos Abertos do Interior.

Com dois gols de Oreia, o time orientado pelo técnico Renato Natella empatou em 2 a 2 com Praia Grande. O finalista foi conhecido após cobrança de penalidades máximas e após defesas sensacionais do goleiro Wagnão, o time são-carlense venceu por 2 a 1 e vai encarar Jaú, coincidentemente equipes campeãs da Copa Record em suas respectivas regiões. A partida será no Milton Olaio, a partir das 20h desta segunda-feira, 19.

TIMES CANSADOS

Após maratona de quatro jogos intensos em quatro dias, as duas equipes foram para o jogo com os atletas extenuados. Mesmo com a maratona de compromissos, o São Caros Futsal e Praia Grande não decepcionaram e apresentaram uma partida de qualidade técnica apurada, com muito equilíbrio de forças.

Ao final da partida, o diretor e auxiliar técnico Thiago Maldonado não conteve a euforia.

“Foi mais um jogo de superação. Já ganhamos partidas saindo na frente ou atrás, mas ganhar nos pênalti nunca tinha acontecido e mais uma vez mostramos que somos uma equipe completa. Não é fácil jogar 5 jogos em 5 dias. Nossos atletas estão exaustos. Vamos ser privilegiados em jogar a final dos Jogos Abertos na nossa casa. Ontem era um sonho hoje é realidade. Para nossos torcedores vamos dar o nosso melhor, se entregar de corpo e alma. Nossa equipe está bem focada e unida. Tenho certeza que isso vai fazer toda diferença. Vamos enfrentar nossos amigos, pois conheço todos os jogadores e comissão técnica de Jau. Tenho respeito por todos. São excelentes profissionais. Contamos com o apoio da nossa torcida, precisamos de todos para empurrar a equipe pra ser campeão. Será mais um título inédito para a cidade de São Carlos. Quero agradecer o secretário Edson Ferraz e também Fábio Picolo (Mult Sport) por todo apoio que vem nos dando”, finalizou.

JOGO TÁTICO, ESTUDADO

Rouco, extenuado, mas com satisfação do dever cumprido, o técnico Renato Natella já pensava na final desta segunda-feira contra Jaú. Sobre a semifinal, garantiu que a partida foi mais tática.

“Foi uma partida bem estudada. Após a maratona de jogos, o time estava cansado. Pensamos bastante em cada atitude durante o encontro, com variação dos atletas e muitas transições. Fechamos o primeiro tempo em 2 a 1 e tínhamos o controle da partida. Mas tivemos um atleta expulso e ficamos por dois minutos com três jogadores. Não sofremos gol e soubemos administrar a desvantagem. Soubemos sofrer. Mas Praia Grande usou o goleiro linha e chegou ao empate. Nas penalidades brilhou nosso goleiro Wagnão que fez duas ótimas defesas. Agora é descansar e se concentrar ainda mais. Focar na medalha de ouro e buscar um inédito título para São Carlos”, finalizou Natella.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias