terça, 17 de maio de 2022
Separar os homens dos meninos...

São-carlense tem desafio ‘monstro’ em prova de Cross Crountry

Cotia recebe última competição do calendário nacional da CBAt; vencedor garante presença no Sul-Americano de 2022

17 Dez 2021 - 08h54Por Marcos Escrivani
Lucas durante treinos de base: “afiando” as garras em 2021 para “voar” em 2022 - Crédito: Marcos EscrivaniLucas durante treinos de base: “afiando” as garras em 2021 para “voar” em 2022 - Crédito: Marcos Escrivani

Chegou a hora de separar os homens dos meninos para um percurso de 10 quilômetros em terreno técnico e acidentado. Assim será a Copa Brasil Loterias Caixa de Cross Country 2021 que acontece a partir das 7h deste domingo, 19, no Parque Municipal Cemucam, em Cotia.

O são-carlense Lucas Ferraz, da ASA/Vitorenzo São Carlos, confirmou presença na última competição do calendário nacional de 2021 da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), que garante ao vencedor disputar o Campeonato Sul-americano de Cross Country em 2022 (ainda sem data e local definidos).

Lucas divide suas atenções neste final de ano também para a São Silvestre, onde fará sua estreia oficial. Porém, ele adianta que para a prova de cross country não realizou um treinamento específico. “Continuo focado nos treinos de base, junto com a minha equipe da ASA/Vitorenzo, com o objetivo de nos prepararmos para as competições de 2022”, relatou.

Porém o atleta salienta que este será seu meu primeiro desafio como atleta federado. “O sonho se torna realidade”, pondera. “Terei a oportunidade de competir com grandes atletas profissionais. Dentre eles estarão presentes o Justino Pedro e o Edson Amaro, campeão e vice campeão da maratona do Rio 2021”, lembrou.

Justamente por fazer sua estreia como federado e em uma prova altamente técnica e desgastante, Lucas confessou que não possui meta de tempo ou posição, por se tratar de uma modalidade com trechos de terra, obstáculos, lama, da qual não tem muita experiência. “Meu objetivo principal em relação a essa competição é representar minha equipe da melhor forma possível e avaliar meu desempenho em relação aos demais atletas de alto rendimento para, posteriormente, ver em quais pontos preciso melhorar para competir de igual para igual”, analisou.

CROSS COUNTRY

A prova é muito tradicional no mundo todo e realizada em terrenos duros, em terra, lama, cascalho, e obstáculos naturais como troncos de árvores e riachos.

Leia Também

Últimas Notícias