terça, 20 de fevereiro de 2024
Elimina, não elimina, elimina...

Na confusa Copa São Carlos, Os Prédios e Zé Bebeu são eliminados (de novo)

Assembleia reunindo representantes filiados a LDSC definiu o futuro das duas equipes na competição

07 Dez 2023 - 07h55Por Marcos Escrivani
Fesc sediou o encontro que decretou a eliminação do Zé Bebeu e Os Prédios - Crédito: Lourival IzaqueFesc sediou o encontro que decretou a eliminação do Zé Bebeu e Os Prédios - Crédito: Lourival Izaque

A polêmica, confusa e com uma “pitada” de desorganização, Copa São Carlos, teve mais um capítulo de sua trágica realização em 2023. As equipes Os Prédios e Zé Bebeu após serem eliminadas e reintegradas pela direção da Liga Desportiva de São Carlos (LDSC), foram, por incrível que pareça eliminadas (novamente).

A decisão mais recente aconteceu na noite de terça-feira, 5, na Fundação Educacional São Carlos (Fesc), durante assembleia que reuniu diretores das equipes filiadas a LDSC e que iriam votar a eliminação ou não das equipes, ambas envolvidas em uma briga de torcida nas quartas de finais da Copa São Carlos 2023. A partida aconteceu na tarde de domingo, 26, no estádio municipal Luiz Estevan Zuzão de Siqueira.

Estiveram presentes na assembleia, diretores do Aracy, Cruzeiro do Sul, Atlético Munique, Paulistano, Desportivo Cruz Azul, Tijuco Preto, New United, Os Prédios, Red Back, Redenção, Santa Angelina e Vila Prado.

A reunião teve início às 19h30 e foi comandada pelo presidente da LDSC, Neuto Aparecido de Oliveira. Após abrir a assembleia, um dos integrantes da equipe Os Prédios teve 5 minutos para uma defesa, como está pautado nas diretrizes da entidade.

O dirigente falou sobre o momento em que aconteceu a confusão e colocou abertamente que o início não foi de nenhuma das torcidas assim como apresentou alguns áudios e vídeos sobre o momento. Após a fala teve início a votação. Nove diretores optaram pela exclusão das duas equipes, enquanto que outros três diretores, contra. Desta forma Os Prédios e Zé Bebeu foram eliminados da Copa São Carlos 2023.

Elimina, não elimina, elimina...

A Copa São Carlos poderá ficar guardada negativa nos anais esportivos da cidade. Afinal, em um prazo de nove dias, três decisões distintas foram tomadas.

A confusão começou na tarde de domingo, 26, no estádio municipal Luiz Estevan Zuzão De Siqueira. Pelas quartas de final, jogavam Os Prédios e Zé Bebeu. Faltando poucos minutos para o final da partida, 2 a 2 no placar e a perspectiva do classificado para a semifinal ser decidido nos pênaltis, quando ocorreu confusão na arquibancada envolvendo torcedores. Crianças e idosos acabaram atingido por briga de adultos.

Como “castigo”, horas depois, a LDSC decidiu pela eliminação das duas equipes e teria dado um prazo de 48 horas para a direção das duas agremiação entrassem com recursos.

Na quinta-feira, uma reunião envolvendo a direção da entidade, representantes da Secretaria Municipal de Esportes e Cultura (Smec) e dos clubes até então eliminados, optaram pela reintegração. Com isso, na tarde de sábado, 2, no campo do distrito de Água Vermelha, atletas das duas equipes, sem a presença de torcedores, iriam realizar a cobrança das penalidades máximas para definir o semifinalista.

Porém, na sexta-feira, 1, a direção do Aracy, Vila Prado e Santa Angelina, contrários a decisão da LDSC de reintegrar as equipes, em um ato de protesto, lançaram nas redes sociais que não entrariam em campo nos jogos semifinais. A programação previa rodada dupla no campo do distrito de Água Vermelha no domingo, 3.

Às 8h o Santa Angelina deveria enfrentar o vencedor de Os Prédios x Zé Bebeu. Na sequência, às 10h, jogariam Vila Prado x Aracy.

Por fim, prevendo um fiasco de um WO duplo, a LDSC se antecipou, paralisou o campeonato e marcou a assembleia atrás do grupo de WhastApp que reúne as equipes filiadas à entidade.

O capítulo (talvez) final, foi esta reunião onde se decidiu, novamente, pela eliminação de ambas.

Leia Também

Últimas Notícias