Menu
domingo, 07 de março de 2021
Esportes

Independente vem a São Carlos e tumultua no Luisão, mas bate Grêmio

11 Set 2016 - 20h41Por Gustavo Curvelo (colaborador)
Grêmio e Independente jogaram apenas pela Taça Paulista profissional. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação - Grêmio e Independente jogaram apenas pela Taça Paulista profissional. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação -

Uma manhã conturbada de domingo, 11, ditou o ritmo no Grêmio São-carlense. Pela 16ª rodada da Taça Paulista, o tricolor recebeu o Independente  de Mogi Guaçu - mas que manda seus jogos em Águas de Lindoia -, no estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira, o Luisão, mas as atenções, do início ao fim, não foram para dentro das quatro linhas.

Isso porque o Independente procurou brechas no regulamento desde sua chegada a São Carlos. A primeira delas, na partida sub18, fez com que o confronto se inicia normalmente, até com que, aos 6 minutos e 42 segundos de bola rolando, o presidente do alvinegro, Jonas Oliveira, delatou ao árbitro Luziaro Antônio a ausência de ambulância no local.

O quadro arbitral paralisou o confronto, aguardou o referido prazo e, sem novidades, decretou WO em favor dos visitantes. A diretoria do Lobão alegou que fez o requerimento durante a semana, sendo este deferido, junto à Secretaria Municipal de Saúde, que não enviou o material em tempo solicitado.

Independente reclamou com a arbitragem em diversas oportunidades. Foto: Gustavo Curvelo/DivulgaçãoMAIS POLÊMICA
No segundo jogo, já com a ambulância nas dependências do Luisão - chegando ao local nos minutos finais ao início da partida -, o Independente não parou de reclamar. Desta vez, após cerca de cinco minutos de bola rolando e uma finalização perigosa de Cassi no campo de ataque pelo Grêmio, os visitantes alegaram preocupação com o médico, que estava sem seu documento CRM [do Conselho Regional de Medicina] em mãos. O árbitro Fábio Gorni suspendeu novamente o andamento do jogo, dando tolerância de 30 minutos para resolver o ocorrido. Cerca de 20 minutos depois, novo médico, agora portando CRM, compareceu ao Luisão.

Neste período, Jonas Oliveira voltou a chamar a atenção. Responsável por seu clube, ele informou em entrevista à Rádio São Carlos que agiu conforme a regra, ignorando o que aconteceu em Águas de Lindoia, no primeiro jogo, quando o sub18 de ambas as equipes atuaram com uma hora de atraso e sem policiamento.

"O futebol brasileiro é uma lástima. Ou agimos dentro do regulamento ou a cada dia vai piorar. Lei foi feita para ser cumprida. Eu tenho atretas (sic) dentro de campo, e se eles chegarem a falecer, eu saio preso daqui. Eu responderei perante a justiça", disse o mandatário, em conversa com um dos membros da equipe de esportes da emissora.

Ele não foi de encontro, porém, ao ocorrido no primeiro turno com relação à ausência de policiamento. "[Pois em] Águas de Lindóia é portão fechado, lá não tinha torcida. Não tinha como invadir campo e matar ninguém", acrescentou, embora cerca de 40 pessoas habitassem, à época, as arquibancadas do Estádio Leonardo Barbieri.

Em Águas de Lindóia, partida com supostos ‘portões fechados’ contou com a presença de cerca de 40 pessoas. Foto: Gustavo Curvelo/DivulgaçãoRETOMADA
Com a chegada do novo médico, o jogo se reiniciaria normalmente.Entretanto, com o ocorrido, o treinador gremista, Osmar Gira-Gira, passou mal e foi socorrido pela equipe de resgate. Dada a situação, o profissional foi encaminhado via ambulância à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Prado e a ausência do veículo, com sua retirada do estádio provisoriamente a fim de fazer o transporte, gerou nova pausa, que se encerrou após 15 minutos. O comandante tricolor foi liberado pouco depois, e passa bem.

No retorno, o Grêmio bem que pressionou, mas perdeu o confronto: em duas bolas paradas, o Independente chegou ao triunfo com Danrlei, tocando de cabeça após cruzamento de falta pela esquerda aos 24 minutos do primeiro tempo, e Marlon, cobrando pênalti no canto esquerdo do goleiro Jefferson, aos 15 da etapa complementar.

Seguindo o exemplo de Guariba, o Grêmio promete entrar com nova notificação na Liga de Futebol Paulista perante o ocorrido. Em campo, o Lobão é oitavo colocado do Grupo 3 na Taça Paulista profissional com cinco pontos, enquanto o sub18, na sétima posição de sua categoria, soma dez unidades.

CONTINUIDADE
No próximo sábado, 17, as equipes são-carlenses voltam a jogar contra o Jaboticabal, às 12h30, no estádio municipal Canhoteiro, casa do adversário. Já o Independente, no domingo, 18, recebe o Guariba nos mesmos horários.Vale lembrar que o time de Mogi Guaçu, mas que manda seus compromissos em Águas de Lindóia, teve, em seu último mando de jogo - no feriado (7), contra o Caieiras -,seu confronto Sub-18 atrasado em torno de 30 minutos, por falta de ambulância.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias