Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Circuito Nacional

Desafios e Superação marcam 1ª edição da Ultramaratona Caminho da Fé em São Carlos

27 Nov 2018 - 07h14Por Redação
Desafios e Superação marcam 1ª edição da Ultramaratona Caminho da Fé em São Carlos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Treze horas de prova, chuva, frio, muita lama, terreno escorregadio, estes foram os maiores desafios para os atletas que disputaram a 1ª edição do Circuito de Ultramaratona do Caminho da Fé realizada no sábado (24), em circuito de 5 quilômetros na área rural ao lado do Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia, na Rodovia Deputado Vicente Botta, em São Carlos. 

Foram disputadas provas de corrida nas modalidades Solo & Relay Corporativo (RC) em percursos Solo de 5, 10, 20, 40 e 80 quilômetros (a de 80K é classificatória para a BR 135) e Relay Corporativo de 20, 40 e 80 quilômetros.

Fábio Varalda foi o último atleta a cruzar a linha de chegada por volta das 19h55, depois de disputar a prova de 80k e sabe bem o significado da palavra superação.

“Posso falar com certeza que foi a prova mais difícil da minha vida, enfrentei subida, lama e chuva. No quilômetro 30 eu pensei em desistir eu coloquei na minha cabeça que não dava mais, ia respeitar meu limite, mas eu me superei, pensei na minha família, nos meus amigos, nos meus alunos e todos que estão sempre me apoiando, porque eu sou exemplo para muita gente de superação, ai pensei, se eu desistir o que as pessoas vão pensar que eu sou um fracassado, então fui até o final por eles, porque sou movido a desafios. O circuito, a estrutura e a organização foram perfeitos com água e frutas, cuidaram muito bem dos atletas”, destacou.

Para o ultramaratonista Itamar Góes, vencedor da prova de 80 K, em função da chuva, a prova foi bem mais pesada do que se imaginava. “A chuva foi um desafio, o percurso excelente, assim como a estrutura, sinalização e organização, pessoal da segurança e cronometragem, tudo perfeito, prova muito legal, integração total com a natureza, a paz e o espírito, que só quem faz o Caminho da Fé consegue sentir”, observou Góes.

A carioca Tathiana Ribas responsável pelo Staff da prova ressaltou que a Ultramaratona de São Carlos superou todas as expectativas. “Achamos, a cidade e o local ideal, com o apoio ideal e os atletas ideais, foi sensacional. Agradeço a parceria com a Secretaria de Trabalho de São Carlos porque se não tivéssemos esse apoio a prova não teria acontecido. Sou muito grata por isso e em 2019 tem mais com certeza”, agradeceu.

Monica Otero responsável pela organização da Ultramaratona agradeceu a Prefeitura pelo apoio ao evento. “Através do Bragatto, da Rita e da Fabiana, queremos agradecer a Prefeitura de São Carlos que nos deu toda a estrutura necessária para a realização da Ultramaratona de São Carlos. Ver também o reconhecimento dos atletas pela sinalização e infraestrutura da prova nos deixa muito feliz e emocionada. Esperamos contar com a Ultramaratona do Caminho da Fé no calendário oficial de eventos do município porque sabemos que no próximo ano a prova será ainda melhor”, finalizou.

A Ultramaratona do Caminho da Fé, que faz parte do Circuito Nacional de Ultramaratona Brasil 135 (BR 135), teve o apoio da Prefeitura de São Carlos por meio do Departamento de Fomento ao Turismo da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda (SMTER) e fez parte das festividades do aniversário de São Carlos. O Caminho da Fé é um circuito importante porque está entre os 10 maiores roteiros de peregrinação do mundo. São Carlos é um ramal de partida do Caminho da Fé.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias