terça, 21 de maio de 2024
A bola vai rolar

Com um time em formação, Águia sonha voar alto na Bezinha

Em casa, São Carlos faz a primeira apresentação e terá pela frente o tradicional Paulista de Jundiaí

19 Abr 2024 - 10h43Por Marcos Escrivani
João Batista orienta atletas durante treino: Águia quer voar alto na Bezinha - Crédito: DivulgaçãoJoão Batista orienta atletas durante treino: Águia quer voar alto na Bezinha - Crédito: Divulgação

Uma equipe que está sendo preparada há poucas semanas e o próprio técnico João Batista, que vem de um trabalho vencedor em Araras, quando conquistou o título e o acesso à A3 o ano passado dirigindo o União São João, admitindo que o time ainda está em formação, o São Carlos faz a estreia no Campeonato Paulista da Série B a partir das 16h deste sábado, 20. Integrante do grupo 2, encara o tradicional Paulista de Jundiaí no estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira.

O passado recente da Águia não é animador, já que o clube vem de um angustiante rebaixamento para a quinta divisão do futebol paulista. Porém, com a saída do então presidente Carlos Antunes e a chegada do novo gestor, Adilson Brito, a promessa é de um projeto ambicioso que visa dar um novo futuro para o clube.

Desta forma, na primeira apresentação, a expectativa é que o São Carlos encontre algumas dificuldades, já que o Paulista investiu para conseguir o acesso a Série A4, mesmo propósito do clube são-carlense que busca retornar aos dias de glória.

Em entrevista exclusiva ao São Carlos Agora, João Batista não escondeu as dificuldades, mas mostrou otimismo e acredita que o clube consiga atingir a meta traçada pela diretoria na temporada 2024.

A entrevista

São Carlos Agora - Após o acesso junto ao União São João, o que pretende a frente do São Carlos?

João Batista – Fizemos um trabalho bom a frente do União. Atingimos o ápice com o título e o acesso. O início de atividades no São Carlos é similar ao de Araras, já que a equipe tinha credibilidade baixa e uma rejeição alta. Começamos do zero também. Pretendo realizar aqui o mesmo trabalho feito em Araras. Mas o caminho é longo. Tivemos dificuldades na montagem do grupo. Dentro da competição vamos ganhar corpo e atingir o nosso objetivo.

SCA - O que levou você a optar pelo clube são-carlense?

João Batista – Oportunidade. Já trabalhei no São Carlos como coordenador do sub20 para a Copa São Paulo. É um clube que tem uma história bonita. Equipe tradicional e estar aqui é um desafio constante na profissão. A gente precisa dar continuidade ao trabalho. É um clube que acredito e vamos ter sucesso.

SCA - O que há no projeto do time que convenceu a aceitar o desafio?

João Batista – É um projeto novo, arrojado. Haja visto que trocou a gestão, agora sob o comando de Adilson Brito. Já trabalhamos juntos no Flamengo de Guarulhos, Itapirense, Guaçuano. É um empreendedor com uma capacidade enorme. Pessoa honesta e que tem muito crédito. Trouxe um grupo de pessoas para auxiliar na montagem da equipe. Estamos atrasados no planejamento e encontramos muitas dificuldades. É um projeto com resultados a médio prazo e neste início trabalhamos para ter êxito. Trabalhamos para conquistar coisas grandes para o São Carlos.

SCA - Na Bezinha, o que o São Carlos pode esperar? É para brigar pelo título e acesso?

João Batista – Nosso pensamento é o acesso, título, o ápice. Porém, na Bezinha há etapas. O primeiro desafio é montar uma equipe competitiva e se classificar para a segunda fase. Mas isso é jogo a jogo. Temos condições de brigar pela vitória. Estamos em um grupo com cinco times e quatro se classificam. Tem equipes que treinam há dois meses e investiram alto. Nós começamos a pouco tempo. O importante agora é nos unir. Direção, comissão técnica, atletas, torcedores, o Poder Público, os comerciantes, as indústrias e alavancar o São Carlos que leva o nome da cidade. É necessário a união de todos.

SCA - A estreia é contra o Paulista, uma equipe tradicional do futebol paulista. Como preparou a equipe?

João Batista – O Paulista é uma das equipes que mais investiu na divisão e se planejou. Ao longo dos anos se encontra em dificuldade. Mas ao lado do Flamengo, acredito serem as que mais investiram no grupo. De nossa parte é colocar em jogo o que realizamos nos últimos anos. Temos um time jovem que não está entrosado ainda. Não é uma equipe perfeita e está chegando atletas na semana de estreia e estamos até reféns de documentação.

SCA - Como vai armar a equipe para a estreia?

João Batista – Futebol é a continuidade do que venho fazendo nos últimos anos. No São Carlos, quero ver o que o atleta faz no campo, o que pode render. Vamos aproveitar as características e construir uma ideia de jogo e evoluir em cima dela. Estamos confiantes e acredito em uma boa perspectiva futura.

Campeonato Paulista da Série B

Rodada 1

Grupo 1

Sábado, 20

15h – Tupã x Araçatuba

16h – Inter de Bebedouro x Olímpia

Domingo, 21

10h – Fernandópolis x Tanabi

Grupo 2

Sábado, 20

16h – São Carlos x Paulista

Domingo, 21

10h – Barcelona x Colorado

Grupo 3

Sábado, 20

15h – Atlético Mogi x Mauá

15h – Mauaense x União Mogi

15h – Manthiqueira x Ecus

Leia Também

Últimas Notícias