terça, 23 de abril de 2024
Vai causar polêmica

Cessão do Luisão para jogos universitários gera revolta entre torcidas organizadas do Grêmio

Torcedores cobram autoridades municipais, já que em 2022 estádio foi interditado pela Federação Paulista

01 Abr 2024 - 15h50Por Marcos Escrivani
Foto no Youtube mostra o local onde fica um dos goleiros: gramado do Luisão causou revolta entre as organizadas do clube - Crédito: DivulgaçãoFoto no Youtube mostra o local onde fica um dos goleiros: gramado do Luisão causou revolta entre as organizadas do clube - Crédito: Divulgação

A cessão do estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira, o Luisão, para Jogos Universitários causou polêmica e ganhou as redes sociais na tarde desta segunda-feira, 1, com as Torcidas Organizadas do Grêmio São-carlense, Raça Gremista e Fúria São-carlense cobrando explicações da Prefeitura Municipal que teria cedido o estádio para a realização de Jogos Universitários de outra cidade.

Com isso, o gramado no Luisão, bem como outros alojamentos do estádio teriam ficado em mau estado de conservação, colocando em risco a sequência do Grêmio São-carlense no Campeonato Paulista da Série A4. No próximo final de semana começa o mata-mata e o Lobo da Central enfrenta o SKA Brasil em Santana do Parnaíba, O segundo jogo será em São Carlos.

A revolta

Em 2022, o Luisão chegou a ser interditado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) devido ao péssimo estádio do gramado, que não passava por manutenção e o Grêmio foi obrigado a jogar parte da então Série B em Araras até que o estádio se regularizasse.

Na época, após ser liberado, a FPF deu um ultimato para a Prefeitura Municipal e para os clubes profissionais, no caso São Carlos e Grêmio São-carlense, de que apenas jogos oficiais deveriam ser realizados no estádio para que o gramado não se deteriorasse, sob pena de nova punição.

Em 2023 as condições do gramado foram estáveis, mas em 2024, neste início de ano, além da Copa São Paulo, o Grêmio utilizou o Luisão. Porém, com a cessão do estádio, no jogo em que o Grêmio venceu o Vocem por 2 a 0, nas duas pequenas áreas, onde ficam o goleiros, a grama deixou de existir.

Dias antes, o estádio foi cedido para jogos universitários e aproximadamente 50 estudantes, segundo informações obtidas pelo São Carlos Agora, teriam utilizado ainda o vestiário dos visitantes e causado depredações. Informações foram veiculadas durante transmissão feitas ao vivo para todo o Brasil, durante a transmissão do jogo via Youtube.

Porém, o que teria causado repercussão negativa junto as organizadas gremistas é que novas cessões poderiam ocorrer nas próximas semanas para jogos universitários.

Revoltados, membros das duas torcidas criticaram duramente o secretário de esportes Edson Ferraz, uma vez que o receio de uma nova interdição do estádio possa ocorrer, caso o estádio se deteriore. Indignados, afirmaram que o “recado foi dado” e que torcedores irão fiscalizar o estádio e em “tom de lembrança” afirmaram que o “nome de ambos serão lembrados”, ao se referirem às eleições municipais de 2024.

O outro lado

Via assessoria de imprensa, o São Carlos Agora entrou em contato com Edson Ferraz e assim que houver a resposta, a reportagem será atualizada.

Leia Também

Últimas Notícias