Menu
quarta, 08 de abril de 2020
Futebol menor

CBF irá recomendar a clubes e escolinhas que crianças até 12 anos não treinem cabeceios

17 Fev 2020 - 14h27Por Redação
Medida também foi adotada nos EUA e Escócia - Crédito: Divulgação/CBFMedida também foi adotada nos EUA e Escócia - Crédito: Divulgação/CBF

Uma medida adotada nos EUA e Escócia, deve ser seguida no Brasil: clubes e escolinhas de futebol não permitirem que crianças menores de 12 anos não realizem treinos de cabeceios na bola.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) irá recomentar tal prática e a meta é prevenir problemas cognitivos, como distúrbio de atenção, memória de fixação e memória verbal. Porém a Confederação não tem definida como será tomada tal atitude.

Jorge Pagura, médico e neurocirurgião da entidade afirmou que a CBF tem realizado pesquisas e proporcionado debates com profissionais de diferentes países sobre a saúde dos atletas.

O médico da CBF afirmou que não há comprovação científica de que o impacto na cabeça da criança possa causar dano. Mas alertou que a prevenção até os 12 anos é importante. Para ele, até esta faixa etária a prática esportiva tem que ser encarada como uma forma lúdica.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias