domingo, 23 de janeiro de 2022
Talento da terra

Atleta são-carlense confirma presença e estreará na São Silvestre

Tradicional prova brasileira encerra o ano de competições esportivas; largada seria no dia 31 de dezembro

30 Nov 2021 - 07h21Por Marcos Escrivani
Lucas ‘corre’ atrás do seu sonho: São Silvestre é apenas mais um desafio - Crédito: Carlos Magno @cmv_fotografiaLucas ‘corre’ atrás do seu sonho: São Silvestre é apenas mais um desafio - Crédito: Carlos Magno @cmv_fotografia

No último dia de 2021, os esportistas são-carlenses terão um bom motivo para estar em frente a telinha e torcer pelo sucesso de um conterrâneo já que Lucas da Silva Ferraz, 29 anos, estreará na corrida de rua de São Silvestre, que tem largada em frente ao Masp, na Avenida Paulista, no dia 31 de dezembro.

Treinado por Paulo César Paiutto, Lucas compete pela Associação São-carlense de Atletismo (ASA) e pretende completar os 15 mil metros da prova paulistana, a mais tradicional do país, em 53 minutos.

COMO TUDO COMEÇOU

O atleta são-carlense, formado em Engenharia de Materiais de Manufatura saiu da empresa onde prestava serviços profissionais em agosto desde ano. Há três anos, então com 26 anos foi em busca de novos horizontes, pois sua meta era ser atleta profissional. Paralelamente iniciou ainda o curso de Educação Física, onde cursa o segundo ano.

Em 2018 lembra que, incentivado por um amigo, por lazer (e qualidade de vida), começou a correr. Paralelamente gosta de um futebol aos finais de semana, até que participou da Corrida Unicep (no mesmo ano) e teve um ‘estalo’. “Foi onde eu me encontrei. Tipo: amor à primeira vista. Me apaixonei pelo atletismo e comecei a pesquisar e treinar. Fui convidado a integrar a ASA e passei a competir”.

Fundista e maratonista, Lucas já disputou provas de 5 e 10 km e meia-maratona nos primeiros anos. Mas em 2021 conseguiu os principais resultados, com vários pódios em provas regionais, além do título do Trirex em Brotas e a 11ª colocação da Maratona do Rio de Janeiro (entre 1,5 mil participantes).

“Esses resultados me animaram ainda mais e minha meta é ser um atleta de alto rendimento e competir lado a lado com atletas profissionais. Quero representar São Carlos em 2022 e buscar os melhores resultados de minha carreira”.

DEBUT NA SÃO SILVESTRE

Participar da São Silvestre é um sonho para Lucas. Ele já tinha feito a inscrição para a prova que seria inicialmente em julho mas por causa da pandemia da Covid-19 acabou adiada e confirmada (como tradicionalmente ocorre) para o dia 31 de dezembro.

Apesar de ser atleta, não possui o índice de 49 minutos para sair na Elite A e B (primeiro pelotão) ou os que compõem o segundo (Premium), com mais mil atletas.

Desta forma, Lucas largará junto com o povão (atletas amadores) e para que não perca muito tempo, montou sua estratégia. “Vou chegar bem cedinho e largar na frente deste pelotão. Assim posso fazer uma prova e conseguir concluir o percurso (15 mil metros) na minha meta pré-estabelecida de 53 minutos”, disse.

O atleta são-carlense afirmou que hoje está nos treinos de base, já que visa a temporada 2022. Porém afirmou que na São Silvestre irá dar o melhor de si, mas não almeja um grande resultado. “Quero dar meu máximo, mas sei que não estou preparado para esta prova. Porém, em 2022 pretendo voltar e ai sim, buscar o índice para estar nos pelotões da frente e almejar algo mais grandioso”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Últimas Notícias