Menu
sábado, 06 de março de 2021
COVID – 19

Secretário explica “explosão” de casos de coronavírus em São Carlos

Apesar do crescimento, Marcos Palermo não enxerga, por enquanto, a necessidade de abrir o Hospital de Campanha no Milton Olaio

09 Jun 2020 - 12h39Por Redação São Carlos Agora
Marcos Palermo: secretário explica os casos de coronavírus divulgados na segunda-feira, 8 - Crédito: Arquivo/SCAMarcos Palermo: secretário explica os casos de coronavírus divulgados na segunda-feira, 8 - Crédito: Arquivo/SCA

Na noite da última segunda-feira (8), a Prefeitura de São Carlos divulgou novos números da covid-19. Os dados causaram certo impacto na sociedade, por isso o São Carlos Agora ouviu as explicações do secretário de Saúde, Marcos Palermo, sobre o assunto.

Sobre os novos casos, Palermo explicou que uma empresa de São Carlos realizou testes em 115 colaboradores – destes, 43 testaram positivo para o novo coronavírus.

Estrutura do hospital de campanha está pronta. (foto arquivo/SCA)

Outra dúvida que surge entre a população: os casos guardam relação com a reabertura do comércio? Marcos Palermo enfatiza que não. Segundo as estatísticas da Secretaria da Saúde, a retomada da economia e os reflexos em casos de coronavírus devem surgir a partir da segunda quinzena de junho, perto do dia 20.

E a quantidade de leitos? A cidade está respaldada para atender à demanda por novos pacientes? Palermo tranquilizou a população. Hoje, São Carlos tem 18 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – 10 no Hospital Universitário (HU/UFSCar) e oito na Santa Casa. “E trabalhamos para quatro novos leitos de UTI na Santa Casa”, informou.

Desses 18 leitos de UTI, até a manhã desta terça-feira (9), oito estavam ocupados, segundo Palermo. “Portanto, não vemos necessidade de abrirmos o Hospital de Campanha neste instante”, esclareceu.

Enfermaria

Na rede pública, São Carlos possui 68 leitos de enfermaria; a média de ocupação diária gira entre 15 e 20 pacientes. Como a cidade recebe pacientes de outros municípios – abrange um universo de 500 mil habitantes – Palermo dialoga com outras prefeituras em busca de apoio estrutural para os hospitais públicos. “Precisamos dividir responsabilidades”, assegura.

Testagem

O secretário de Saúde falou sobre o programa “Testar para Cuidar”, que visa entrevistar, visitar e realizar exames em 5.600 pessoas selecionadas pelos pesquisadores para participarem do levantamento. Essas pessoas receberão uma visita e serão informadas sobre o procedimento do levantamento. Também receberão uma senha com agendamento para a coleta de exame de sangue em um local próximo da sua residência. “Esse programa é fundamental, pois ele vai balizar as ações de combate ao coronavírus em São Carlos. A partir daí, a Saúde pode desenvolver ações específicas de orientação, isolamento e alerta às populações dos bairros”.

Para encerrar, Palermo elogiou aos profissionais de Saúde de São Carlos. “Se temos uma condição favorável, isso se deve aos profissionais de saúde que se dedicam bastante nesse período de coronavírus”.

O balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos mostra mais uma morte suspeita pela covid-19 (mulher de 71 anos que faleceu ontem, 8). A cidade tem 248 casos positivos para a doença, com cinco mortes confirmadas e duas em investigação.

NOTA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DE SÃO CARLOS
 
A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirmou no início da noite desta terça-feira (09/06) que 125 pessoas de uma mesma empresa fizeram os testes para COVID-19, em laboratório particular de outro município, sendo que 43 testaram positivo para a doença. Esses 43 positivos já foram contabilizados no Boletim dos Números da COVID-19 da última segunda-feira (08/06), porém ainda não havia a informação de que era uma testagem em massa de uma única empresa.
A Vigilância Epidemiológica afirma, ainda, que todas as providências sanitárias já vinham sendo executadas pela empresa, como uso de gel, distanciamento e uso de máscaras e demais EPIs. Todos os trabalhadores com resultado positivo para COVID-19 estão em isolamento domiciliar e sendo monitorados. Nenhum infectado necessitou de internação hospitalar até o momento.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias