Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Saúde Emocional com Max Reis

O que são Pensamentos Intrusivos?

20 Set 2021 - 12h00Por Max Reis
maxreisperfil - maxreisperfil -
Nossa mente é muito poderosa, e cada pensamento tem o potencial de se tornar forte e agir de maneira transformadora em nossa vida. Por meio de pensamentos positivo, podemos modificar situações, decisões e comportamentos de maneira a ressignificar as coisas ao nosso redor.
 
Porem existem outros tipos de pensamentos, principalmente quando não conseguimos controla-los, e dominam nossa mente negativamente, gerando limitações e causando diversos problemas, e são chamados de pensamentos intrusivos.
 
O que são pensamentos intrusivos?
Pensamentos intrusivos são aqueles que causam ansiedade, abalam a autoconfiança e fazem o indivíduo pensar em coisas e fatos ruins, podendo, com isso, tornarem-se obsessivos. Quem tem pensamentos intrusivos costuma sempre esperar que coisas ruins aconteçam, desconfia das pessoas (até mesmo, daquelas que são próximas e queridas) e tende a nos deixar inquietos, agitados e impaciente.
 
Uma das causas mais comuns para o surgimento dos pensamentos intrusivos é a ansiedade. Nesse contexto, eles acabam aumentando os medos e potencializando os demais sintomas do transtorno. 
 
Por mais que sejam realmente e verdadeiramente assustadores em diversos aspectos, os pensamentos intrusivos são tidos como um mecanismo normal, que passa pela cabeça qualquer pessoa, sendo algo que faz parte da forma como a mente humana funciona. Porem, é na constância e frequência desses pensamentos intrusivos que esta o problema, já que, uma vez instalados, eles têm a tendência de se retroalimentar, gerando, assim, um grande círculo de pensamentos negativos, catastróficos, preocupações excessivas e, na maioria dos casos, irreais, sendo que é exatamente nestes pontos que mora a enorme dificuldade de superá-los quando surgem. 
 
Quando isso acontece, os pensamentos intrusivos podem aumentar os sintomas da ansiedade, prejudicar a vida social e levar ao desenvolvimento de transtornos emocionais ainda mais intensos, como transtorno bipolar, depressão, estresse pós-traumático, entre outros.
 
Tipos de pensamentos intrusivos
Os pensamentos intrusivos podem ocorrer de diversas formas. Como vimos anteriormente, nem sempre eles são negativos, mas podem causar desconforto e até mesmo prejudicar o cotidiano de quem sofre com eles.
 
De maneira geral, a forma de manifestação dos pensamentos invasivos pode ser dividido em três principais categorias:
 
Pensamentos agressivos
O pensamento agressivo é aquele que traz à mente imagens violentas e a pessoa pode se pegar imaginando que executa atitudes agressivas e violentas em entes queridos, ou em um desconhecido que senta-se ao lado delas.
 
Ter esses pensamentos não quer dizer, necessariamente, que eles serão executados. Porém ao imaginar essas situações acontecendo, a pessoa sofre um estresse ainda maior, facilitando o surgimento de novos pensamentos do tipo.
 
Pensamentos sexuais
São pensamentos que envolvem interesses e curiosidades sobre atividades sexuais. Podem ser tanto de natureza carnal, como questionamentos repetitivos sobre a sexualidade e orientação sexual.
 
Às vezes também podem ser pensamentos voltados à possível infidelidade dos parceiros, ou questionamentos excessivos quanto a sinceridade dos seus sentimentos. essa insegurança pode desestabilizar um relacionamento.
 
Pensamentos indesejáveis ou negativos
Pensamentos indesejáveis proporcionam uma série de sentimentos negativos na pessoa, como aflição, medo e ansiedade. Assim, a pessoa pode passar a procurar evitar situações que acionam o gatilho de pensamentos intrusivos.
 
Entretanto, evitar situações de gatilho não resolverá o problema de pensamentos intrusivos caso esses tenham origens mais complexas, e a fuga dessas situações causará transtornos tão complicados quanto as sensações ligadas aos pensamentos.
 
É válido ressaltar que pessoas que já vêm apresentando um quadro de Ansiedade e Depressão podem apresentar pensamentos intrusivos com maior frequência, geralmente apresentando temas de natureza negativa ou violenta. É fundamental buscar tratamento.
 
Como tratar pensamentos intrusivos
A primeira coisa a se fazer quando detectamos a presença de pensamentos intrusivos é tentar manter a calma, esses pensamentos não precisam ser importantes, pois geralmente são baseados em preocupações infundadas, sem base real.
 
Porém, se você insistir em ignorá-los, é quando você aumentará ainda mais a obsessão, pois é praticamente impossível ignorar ativamente um pensamento. Portanto, muitos especialistas recomendam observar esses pensamentos, sem analisá-los nem dar-lhes muitas voltas, como observá-los passar, sem lhes dar mais importância e praticamente rindo deles. Como dissemos, ao não ter nenhuma base, não conseguiremos nada ficando focados e obcecados por eles.
 
Existem algumas técnicas que se mostraram muito eficazes contra pensamentos intrusivos. Por exemplo, o mindfulness ou Hipnose ajudam muito, além de proporcionar vários benefícios em diferentes níveis. Alguns exemplos de estratégias para lidar com os pensamentos intrusivos podem ser:
 
Pensar nos pensamentos intrusivos como nuvens que passam por um céu azul, ou folhas secas que caem da arvore, que temos por perto e que podemos suportar até que se vão.
 
Imagine que os pensamentos intrusivos são como ruídos, quanto mais você se concentra neles e tenta ignorá-los, mais incomodam.
Trate os pensamentos intrusivos a partir da posição de observador, como se fossem um filme, sem ter nada a ver conosco.
 
Relativize os pensamentos e esteja ciente de que o que quer que chegue, não ficará, passará, e sua passagem não causará nenhuma consequência.
 
E como regra  geral, é sempre indicado procurar seu medico de confiança, fazer terapia para identificar a causa deste problema, e fazer o tratamento adequado.
maxreisrodape

Leia Também

Últimas Notícias