Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Cidade

Telemarketing da Santa Casa de São Carlos cresce 13,3% em arrecadação

30 Out 2014 - 13h54

Setor já atingiu perto de 6,5 mil colaboradores; em nove meses já atingiu a cifra de R$ 572,6 mil

A Santa Casa de São Carlos tem no telemarketing um aliado de peso para arrecadar fundos destinados à manutenção e projetos de ampliação do hospital. Com aproximadamente 6,5 mil colaboradores, o setor tem arrecadado em média R$ 60 mil por mês.

Em 2013 o telemarketing angariou R$ 505,3 mil. Com o trabalho de redimensionamento de pessoal e investimento em tecnologia da informação, feito pelo gerente patrimonial da Santa Casa, Luis Henrique Soares Sousa o setor já recebeu até setembro de 2014 exatos R$ 572,6 mil. Esse valor já é 13,3% maior que todo o ano passado. “A prospecção para o fechamento desse ano é de aumento significativo de doações financeiras”, avaliou Sousa.

Com uma equipe de sete pessoas, coordenada pela supervisora, Izabel Cristina Cardinalli, o telemarketing do hospital modernizou a gestão e a forma de abordagem com a população. O resultado da inovação se reflete nos números. Em setembro desse ano foram 421 novas adesões ao programa de arrecadação em prol da Santa Casa. Nos últimos quatro meses o setor conquistou 1.630 novos colaboradores.

Paralelamente, há um trabalho contínuo que já reduziu em 50% custo operacional do telemarketing nos últimos 12 meses. De acordo com Sousa, a receita responde atualmente por 61% da arrecadação e 39% são para o custeio do setor. “A expectativa que até 2015 o custo operacional reduza a 30%”, afirmou.

Outro item que mostra o bom desempenho do setor está na contabilidade dos meses. De maio a setembro todas as arrecadações foram superior a R$ 60 mil mês.

“O sucesso do trabalho está aliado ao empenho da equipe que se dedica na captação de novos colaboradores e principalmente na manutenção dos que estão cadastrados pela Santa Casa”, analisou.

De acordo com o diretor superintendente da Santa Casa, Gilberto Brina, o valor das doações reverte-se na manutenção e reforma do hospital, na compra de material e instrumental cirúrgico e ameniza o déficit gerado pelo atendimento feito através do Sistema Único de Saúde (SUS). “O aumento   da arrecadação vai proporcionar a troca do mobiliário dos quartos de internação da Santa Casa, como camas e cadeiras dos quartos que atendem ao SUS”, afirmou.

Para o provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior o setor tem mostrado afinco e comprometimento. “Os números retratam o empenho da equipe em trazer a sociedade como investidora da Santa Casa”, afirmou.

Morillas, contou que o setor foi criado há mais de uma década por sugestão do então governador Mário Covas. “A Provedoria da Santa Casa foi pedir verba para o hospital ao governador Covas, e ele nos convenceu que a sociedade tem de ser parceira do hospital, já que ela é a maior beneficiária. Essa ação de convencimento da população tem dado resultado diante do crescimento da arrecadação. E esse valor recebido converte-se no investimento em tecnologia para melhor atender à população”, afirmou.

Em outubro o telemarketing da Santa Casa já arrecadou R$ 73,3 mil doados por 6.504 colaboradores. Este é o maior valor arrecadado no ano. “Até o fechamento do mês essa quantia deve aumentar”, afirmou Sousa.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias