Menu
terça, 28 de setembro de 2021
Cidade

São Carlos confirma mais dois casos importados de dengue

28 Jan 2011 - 17h33

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou dois novos casos importados de dengue no município.  Trata-se de um caso de uma moradora do Santa Felícia  que contraiu a doença em viagem  para Ibiassuce (BA) e outro de um morador do Jardim Paulistano que viajou para Vitória (ES). A Secretaria havia confirmado outros dois casos importados da doença no dia 17 deste mês de uma moradora do Jardim Beatriz que contraiu a doença em viagem para Paranaíba (MS) e um caso de uma moradora do Jockey Clube que viajou para Pedras de Maria da Cruz (MG).

A Vigilância Epidemiológica informa que as ações de bloqueio já foram feitas e a nebulização dois locais será feita na quarta-feira (2) tão logo a Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) libere para São Carlos o inseticida para nebulização.

A VIGEP pede para que a população fique atenta a esta época do ano, principalmente no período posterior às férias, quando normalmente aumenta o número de pessoas retornando de outras cidades ou Estados que possuem focos transmissores de dengue.

A dica é que ao chegarem a São Carlos os cidadãos observem se há o aparecimento dos principais sintomas da dengue: febre alta, dor pelo corpo e vermelhidão pela pele que parece alergia. Neste caso, a recomendação é passarem por um médico e comunicar a Vigilância Epidemiológica local imediatamente pelo telefone 3307-7405.

A comunicação é importante porque permite o desencadeamento de ações em tempo hábil a impedir a instalação de focos de transmissão autóctone (local) de dengue na cidade.

Mutirão Cidade Limpa
A 9ª edição do Mutirão Cidade Limpa, ação preventiva da Prefeitura contra a dengue, iniciado no mês de novembro de 2010, já visitou mais de 27 mil imóveis em diversos bairros da cidade.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em trabalho coordenado pela VIGEP, até o último dia 17 de janeiro os agentes de combate a endemias percorreram 1.405 quadras e visitaram 27.079 imóveis. O trabalho já retirou mais de 138 mil quilos de material (76 caminhões) que poderiam se transformar em criadouros do mosquito da dengue ou proliferar a criação de animais peçonhentos.

O trabalho das equipes é realizado preventivamente durante todo o ano e intensificado no período das chuvas (novembro a março), que colaboram para a proliferação do mosquito da dengue e de outros insetos.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias