Menu
quarta, 05 de maio de 2021
Cidade

Santa Casa busca certificado de qualidade hospitalar para se firmar como hospital de referência nacional

06 Dez 2012 - 08h27
Maria Carolina Bonelli Spadacini – enfermeira; Dr. Carlos Alberto de Carvalho – médico e Luiz Carlos Bittencourt – representante da administração - Maria Carolina Bonelli Spadacini – enfermeira; Dr. Carlos Alberto de Carvalho – médico e Luiz Carlos Bittencourt – representante da administração -

A Santa Casa de Misericórdia de São Carlos está bem próxima de conseguir um feito inédito que vai garantir o processo de gestão de excelência no atendimento e nos serviços prestados. Trata-se do Certificado de Qualidade Hospitalar (CQH) reconhecido pela Fundação Nacional de Qualidade que fundamentalmente irá proporcionar segurança, qualidade e melhoria no atendimento ao paciente.

Adotar e difundir um modelo de Gestão credenciado pela Fundação Nacional da Qualidade dentre a rede de benefícios como eficiência da gestão (Planejamento, direção e controle), dará ainda maior visibilidade ao hospital no macro ambiente de forma muito positiva, como uma entidade comprometida com o bem estar de seus pacientes, funcionários e partes interessadas.

A Santa Casa dentro do tripé visão, missão e valores, espera buscar esse desafio no ano que vem, com a certificação como hospital de referência nacional de média e alta complexidade. Isso será possível graças às melhorias internas que já estão sendo implantadas na Santa Casa. São os casos dos serviços do setor de Medicina Hiperbárica com a instalação de duas câmaras hiperbáricas, que já realizaram perto de 2 mil procedimentos para pacientes com problemas sérios de cicatrização de feridas, a maioria deles pelo SUS. Outro bom exemplo do avanço dos serviços internos, têm sido o trabalho eficiente e comprometido do ambulatório de Oftalmologia que, apenas esse ano, já organizou mutirões de cirurgias de cataratas em mais de 600 pacientes, a maioria deles carentes, e inaugurou um Centro de Referência para o tratamento do glaucoma. O ambulatório, assim como a Medicina Hiperbárica, tem o suporte de uma equipe de profissionais altamente especializados, No mesmo patamar estão os setores da Unidade de Terapia Intensiva adulto do hospital que tem a frente profissionais gabaritados  e o Serviço de Cirurgia Cardíaca, os dois com equipamentos tecnológicos de vanguarda.

Em outra ponta dessa rede de benefícios internos desenvolvidos encontra-se um Centro de Convivência para os funcionários que foi amplamente repaginado para proporcionar um espaço aconchegante de lazer e relacionamento saudável.   

Desafio maior é o comprometimento com a qualidade hospitalar

A Santa Casa já tem o certificado CEALAG/CPFL. emitido em novembro de 2011, porém tanto a Provedoria como a Mesa Administrativa e Corpo Clínico  entendem a necessidade de caminhar nas certificações com o compromisso de melhorar no sentido da qualidade hospitalar. A trajetória para atingir esses desafios tem como primeiro passo a certificação CEALAG/CPFL e o passo seguinte será o marco com a CQH. É para isso que todos na Santa Casa estão se preparando nesse objetivo comum.

Existe uma equipe de suporte interno alinhada para essa finalidade. Cerca de 20 pessoas em nível operacional e três Auditores Hospitalares composto por médico, enfermeira e RAD (representante da administração); são eles: Maria Carolina Bonelli Spadacini - enfermeira; Dr. Carlos Alberto de Carvalho - médico e Luiz Carlos Bittencourt - representante da administração. Se não tiver essa equipe não participa do processo de certificação por falta de representante em questões hospitalares complexas, como é o caso do serviço de controle de infecção hospitalar. "É importante destacar o processo de continuidade que começou em 2008 com os primeiros esforços em busca da Certificação CEALAG/CPFL; npo ano seguinte fomos certificados nível Prata; em 2010 e 2011 Nível Ouro. Em 2013 vamos buscar o CQH com o apoio da Provedoria, Administração e Representante Médico que são fundamentais para continuarmos nesse importante projeto de certificação em busca da consolidação do modelo de gestão por excelência; justificou Luiz Carlos Bittencourt. 

Sobre a Santa Casa

A Santa Casa de São Carlos é entidade filantrópica fundada em 12 de abril de 1891. Atualmente possui 337 leitos sendo 20 de UTI adulto e 13 leitos de UTI Neo-natal e pediátrica e 210 leitos para tratamento clinico, pré e pós-operatório disponibilizados ao SUS. Conta com serviços ambulatoriais, diagnóstico por imagens, hemoterapia, radiodiagnóstico, ultrassonografia e serviços especializados em radioterapia, diálise, hemodiálise, ressonância magnética, tomografia, serviço de câmara hiperbárica, oncologia, quimioterapia, litotrepsia, unidade de coleta e transfusão de sangue. É ainda referência em cirurgia cardiovascular e procedimentos de cardiologia intervencionista, laboratório de eletrofisiologia, referência hospitalar em atendimento terciário à gestante alto risco, neurocirurgia I e II e UTI nível  II adulto, infantil e pediátrica.

A entidade é hospital referenciado para uma população de seis municípios: São Carlos, Ibaté, Ribeirão Bonito, Dourado, Descalvado e Porto Ferreira, abrangendo uma população de aproximadamente 355.884 habitantes. Em 28 de outubro de 1952 foi inaugurada a Maternidade Dona Francisca Cintra Silva da Santa Casa, com extensão de 2368 metros quadrados totalizando 56 leitos distribuídos em 34 SUS, 3 particulares e 19 Unimed.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias