Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Cidade

Primeira Infância: gravidez na adolescência e fase adulta foi tema de oficina

09 Ago 2012 - 17h18
0 - 0 -

Cerca de 30 profissionais representantes das secretarias municipais de Saúde, Educação, Cidadania e Assistência Social, Infância e Juventude, Pastoral da Criança, Associação Espírita "Francisco Thiesen", além de alunos do curso de Terapia Ocupacional da UFSCar participaram nesta semana  de uma oficina de capacitação com orientações sobre a gravidez na adolescência e fase adulta, realizada no Centro da Juventude Elaine Viviani, no Monte Carlo.

A oficina realizada pelas capacitadoras Christianne Lima Nascimento e Alba Lúcia Reyes de Campos, faz parte de Programa "Primeira Infância: Responsabilidade de Todos" e tem como objetivo instrumentalizar o trabalho dos profissionais e multiplicar conhecimento para que o município possa ampliar as ações e intervenções em auxílio dos grupos que trabalham com grávidas e a relação familiar com a gestante.

Entre os assuntos abordados estiveram o afeto, amor, confiança, carinho, o processo de entendimento da mulher como mãe gestante, aceitação da gravidez, fatores internos e externos envolvendo a família, escolha do nome, enxoval, pré-natal, cuidados, planejamento, conversas com o bebê, envolvimento do pai e preparação do ambiente.

Christianne Lima Nascimento ressaltou que a grávida precisa ser vista dentro de um contexto familiar maior onde a família seja incentivada a participar, suporte fundamental para a saúde mental da gestante e o fortalecimento do vinculo afetivo materno fetal. "Procuramos trabalhar com os servidores conteúdos como a comunicação da grávida com o bebê, o psiquismo fetal (capacidades), a expressão de sentimentos (medo, ansiedade, ambivalência), além do bem estar psíquico da gestante", explica Christianne.

As capacitadoras lembraram ainda sobre a importância do relacionamento com o bebê que está no útero onde é necessário haver comunicação (seja por toque, música ou conversa), aceitação, se apaixonar pelo bebê, saber quais as competências que ele já tem.

Já entre os benefícios de se criar, oferecer e manter um ambiente saudável para a mãe/filho foi enfatizado que o bebê precisa estar inserido num meio afetuoso e protetor que terá como resultado um bebê mentalmente mais saudável, um bebê que vai chorar menos, mais tranquilo, menos angustiado.

Programa Primeira Infância - Realizado na cidade desde maio de 2010, o Programa "Primeira Infância: Responsabilidade de Todos", monitorado e financiado pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, propõe atividades de capacitação com os servidores municipais das áreas de saúde, educação, cidadania e entidades do terceiro setor, na articulação de ações que fortaleçam a capacidade do município em promover o desenvolvimento integral (físico, cognitivo e psicossocial) e a melhoria dos serviços de atendimento às gestantes, mães e crianças de 0 a 3 anos de idade em hospitais, unidades de saúde, maternidade, creches, entre outras instituições.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias