Menu
sábado, 31 de julho de 2021
Cidade

Marquinho repudia proposta de criação de Área Azul na região da Santa Casa

Vereador crítica decreto de Duarte implantando a cobrança da área azul na porta da Santa Casa

15 Out 2011 - 08h55

Um decreto assinado pelo prefeito municipal Oswaldo Duarte, no último dia 11,  estendendo o estacionamento rotativo pago, conhecido como Área Azul às ruas que circundam a Santa Casa de Misericórdia de São Carlos, deu o que falar na manhã desta sexta-feira (14) na Câmara Municipal.

O polêmico vereador Marquinho Amaral (PSDB), que no início do primeiro governo petista na cidade liderou um movimento contra a implantação da Área Azul nas imediações do hospital, já se manifestou contrário a proposta e fez duras críticas a Prefeitura pela “infeliz, imoral e vergonhosa” medida. Diante disso, Amaral  apresentou uma Moção de Apelo ao prefeito para que reveja a sua disposição de cobrar pelo estacionamento nas ruas próximas a Santa Casa.

Segundo Amaral, essa proposta não é bem aceita pela maioria da população são-carlense, uma vez que as pessoas vão até a Santa Casa para acompanhar pacientes, fazer exames e visitas. Sabem a hora da entrada no hospital, mas não podem prever a demora nos procedimentos e muito menos a hora que sairão do local. Isso vai gerar muita receita para a Prefeitura na forma de multas, pois fatalmente muita gente será autuada, mesmo colocando o cartão da Área Azul. Imagine alguém que entra num consultório e passe mal. Como ele vai ficar controlando bilhete de estacionamento?”, indaga o vereador tucano.

 “O povo já está de saco cheio de tantas taxas e impostos. Agora vem a Prefeitura Municipal cobrar dos munícipes que vão à busca de um atendimento digno na área da saúde e muitas vezes não encontra. Lá na porta da Santa Casa não é para cobrar pelo estacionamento. Se não reverem a posição vou lá na porta participar de um movimento contra mais essa roubalheira do Poder Público”, desabafou Amaral.

Marquinho lembra que no passado num trabalho junto com a população conseguiu convencer o então prefeito Newton do absurdo que era a cobrança de estacionamento rotativo nas ruas que circundam a Santa Casa. “É um absurdo querer cobrar Área Azul de pessoas que vão em busca da cura, da preservação da saúde, somos totalmente contrários a essa proposta”, destacou o vereador.

 “No mesmo dia em que fomos surpreendidos com essa aberração, recebi mais de 20 ligações de pessoas sendo contra essa proposta e vamos lutar para que não se cobre Área Azul naquelas vias públicas”, comentou Marquinho Amaral.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias