Menu
terça, 19 de janeiro de 2021
Cidade

Campus da USP em São Carlos sediou 21º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP

31 Out 2013 - 10h08
0 - 0 -

O campus da USP em São Carlos recebeu de 22 a 24 de outubro o 21º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo (SIICUSP). Realizado em diversos campi, as atividades ocorridas em São Carlos foram direcionadas às áreas de Exatas e Engenharias. Organizado pelo Centro de Tecnologia Educacional para Engenharia (CETEPE) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP e pelas comissões de pesquisa das unidades do campus, o Simpósio é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa e teve como objetivo apresentar os resultados dos projetos realizados pelos alunos de graduação da USP e de outras instituições nacionais e internacionais.

O evento acontece anualmente e é considerado um dos maiores dentro da área de iniciação científica. Contabilizando cerca de 5 mil trabalhos, sendo aproximadamente 1.300 do grupo de Exatas e Engenharias, o Simpósio também contou com a participação de três outras grandes áreas de conhecimento - Biológicas e Saúde, Humanas e Humanidades e Agropecuárias, que aconteceram, respectivamente, nos campi da USP em Ribeirão Preto, São Paulo e Piracicaba.

Em São Carlos, participaram 22 unidades da USP das áreas de Exatas e Engenharias e também faculdades particulares com apresentações orais e pôsteres. Cerca de 160 docentes e doutorandos, bem como três representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), atuaram como avaliadores.

"Não dá para medir a importância dessas oportunidades que os alunos têm de expor seus trabalhos e de amadurecer vendo trabalhos dos outros, tanto do Brasil quanto de fora. A troca de informações é muito grande e intensa. A iniciação científica forma o aluno como futuro pesquisador para atuar tanto no meio acadêmico quanto no mercado de trabalho, desenvolvendo produtos e pesquisas", destacou o professor Luis Carlos Passarini, do Departamento de Engenharia de Materiais da EESC e diretor do CETEPE.

As atividades do Simpósio no campus de São Carlos tiveram início no dia 22, no Anfiteatro Jorge Caron da EESC, com a presença do diretor da Escola, Geraldo da Costa, do diretor do CETEPE, da pró-reitora de pesquisa em exercício, Belmira Bueno, da coordenadora do programa de iniciação científica e iniciação tecnológica da USP, Maria Silvia Saes, do presidente da Comissão de Pesquisa da EESC - que também representou as comissões de pesquisa do campus de São Carlos -, Flávio Marques, e dos professores Pedro Gomes, da Universidade do Porto, Portugal, e Elenor Francis, da Rutgers University, EUA. Também participaram da abertura alunos, professores, funcionários e representantes do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) e do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), todos da USP.

Para a Belmira Bueno, a iniciação científica é o eixo medular da USP. "Esse programa forma não só futuros cientistas, mas também mentes civilizadas, cidadãs e que ao se inserirem em quaisquer que sejam as profissões, aprendem a desenvolver a curiosidade de apreciar o conhecimento e ver o mundo de modos diferentes", destacou a pró-reitora de pesquisa em exercício.
Após a abertura, os participantes assistiram a uma palestra ministrada pelo diretor de engenharia da Google na América Latina, Berthier Ribeiro-Neto, sobre a criação de uma empresa startup e seus desafios, intitulada "The Making of a Web Startup Company: Challenges, Successes, and Failures".

Durante o simpósio os alunos contaram com palestras, exposições de pôsteres e orais, as quais tiveram lugar no ginásio de esportes do Centro de Educação Física, Esportes e Recreação (CEFER) e nas salas de aula do Bloco D da EESC.
O evento também contou com a participação do Núcleo de Inovação Tecnológica da USP, a Agência USP de Inovação, que apresentou algumas patentes realizadas pela Universidade e propiciou aos alunos a oportunidade de conhecer suas atividades de promoção do conhecimento científico, tecnológico e cultural produzido na USP.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias