Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Cidade

Aparecidinha deve receber 4 mil fieis no Dia da Padroeira do Brasil

Evento religioso/festivo dedicado a Nossa Senhora Aparecida terá várias missas e praça de alimentação durante todo o feriado

11 Out 2017 - 10h03
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

O Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida da Babilônia se prepara para celebrar os 300 anos da padroeira Nossa Senhora Aparecida, que será nesta quinta-feira, 12, feriado nacional, quando também é comemorado o Dia das Crianças.

Uma grande festa religiosa será realizada durante todo o dia. A afirmação foi do padre Marcos Eduardo Coró, brotense de nascimento, mas há cinco anos como reitor do Santuário da Aparecidinha.

"Estamos em sintonia com o Brasil", disse Coró, durante entrevista ao São Carlos Agora. Segundo ele é aguardada no dia 12, a presença de aproximadamente 4 mil fiéis que deverão participar das comemorações em honra à padroeira.

A festa religiosa têm início com a primeira missa logo às 6h, oração do santo terço às 8h. Às 8h30 nova missa, às 10h santo terço cantado (comunidades neocatecumenais).

A festa é marcada pela solene procissão dos andores às 15h30, preparados pelos diversos sitiantes da região, com saída da rotatória de acesso ao santuário. Este ano, a novidade é que terá um andorzinho das crianças, concluindo-se com a santa missa às 16h.

Dia 12, quando é comemorado o Dia das Crianças, os organizadores o evento religioso/festivo informaram que o santuário terá uma ampla praça de lazer e de alimentação para a família, com almoço caipira, o famoso e saboroso arroz de barranco, pasteis, espetinhos e muito mais. Além de show sertanejo.

HÁ 50 ANOS

Há aproximadamente 50 anos ocorre a festa na Aparecidinha da Babilônia no dia 12 de outubro, dedicado a Padroeira do Brasil.

No Santuário há uma pequena igreja rural que guarda a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A tradição diz que a imagem foi encontrada intacta sob uma árvore após um incêndio destruidor no bairro da Babilônia. A capela foi construída no local, que hoje recebe romarias e procissões ao longo do ano; e todo dia 15 de agosto há uma festa dos devotos. O Santuário conta com um padre capelão para atendimento aos romeiros e frequentadores do Santuário durante a semana.

Para esta quinta-feira, Coró informou há uma logística que prevê toda segurança aos fiéis. "Temos o apoio da Polícia Militar que nos auxilia com frequência".

FÉ EM DEUS E NOSSA SENHORA

Sobre a festa religiosa, Coró disse que ocorre a união das pessoas em torno da devoção em Nossa Senhora e fé em Deus.

"Maria nos chama a atenção pela maternidade e simplicidade. Neste dia, dedicado a família, queremos que todos tenham momentos de fé, com lazer e muita confraternização", afirmou o pároco. "Percebo que a população são-carlense carrega consigo a tradição religiosa e isso é importante para São Carlos que tem em sua história, o abrigo para muitos imigrantes de várias culturas religiosas muito fortes", afirmou.

JOVENS EM BUSCA DA IDENTIDADE

Coró disse ainda que a juventude são-carlense busca sua identidade e sua liberdade através da formação de grupos em várias paróquias de São Carlos.

"Eles encontram na igreja católica muita segurança e orientação. E esses grupos, fortes religiosamente, oferecem a identidade que tanto procuram", finalizou o pároco.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias