Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Prazo vence na sexta

Amasc entra com mandado de segurança para que motoristas de aplicativos não sejam multados

26 Jun 2019 - 10h09Por Marcos Escrivani
Amasc entra com mandado de segurança para que motoristas de aplicativos não sejam multados - Crédito: Foto Riccó Photographer Crédito: Foto Riccó Photographer

A Associação de Motoristas de Aplicativos Autônomos de São Carlos e Região (Amasc) entrou com mandado de segurança preventivo no Ministério Público para que os seus associados não sejam multados após o dia 28 (sexta-feira), quando vence o prazo para as empresas Uber e 99 se cadastrarem na Prefeitura Municipal. Diariamente a multa aplicada é de R$ 25 mil.

A informação foi passada na manhã desta quarta-feira, 26, pelo presidente da entidade, Marcelo Clayton dos Santos. Ele informou que a Amasc tem hoje aproximadamente 300 associados.

“Paralelamente estamos trabalhando para que todos aprontem suas pastas com as documentações necessárias e se cadastrem no SIM”, disse Marcelo. “Os motoristas que tiverem alguma dificuldade podem nos procurar que estaremos dando o suporte necessário para que se regularizem”, afirmou. “Mas todos tem que correr atrás para entregar os documentos exigidos”, disse.

NEGOCIAÇÃO

Marcelo disse que a Amasc entrou com o mandado de segurança preventivo para que os motoristas regularmente cadastrados possam circular normalmente após o dia 28 e não sejam multados. “Paralelamente estamos mantendo contato com o secretário de Transportes Coca Ferraz e com a diretoria da Amasc para que todos possam trabalhar tranquilos. Temos ciência que a plataforma (Uber) ainda não se cadastrou na Prefeitura, mas caso algum motorista seja parado durante o trabalho e estando regularmente cadastrado, não seja penalizado, e sim a empresa”, afirmou. “Queremos apenas a isenção para o profissional”.

NINGUÉM PARA

Sobre uma possível paralisação de motoristas de aplicativos na sexta-feira, 28, Marcelo descartou o boato que circula nas redes sociais.

“Isso é conversa fiada. Ninguém vai parar. Todos os motoristas irão trabalhar normalmente. Desde que estejam cadastrados e obedeceram os itens estipulados na lei em vigor”, tranquilizou o sindicalista.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura Municipal, via assessoria de imprensa, por sua vez, divulgou a seguinte nota oficial sobre a polêmica envolvendo os motoristas de aplicativos:

“Sexta-feira (28) vence o prazo para as empresas Uber e 99 se cadastrarem na Prefeitura Municipal.

Até o momento somente 5 plataformas se cadastraram: Me Leva Agora, Elite Driver, Pool Mob, Drive Girls e Wappa.

Para que os motoristas se cadastrem, o prazo que vence no próximo dia 28 de junho e é necessário primeiro que as plataformas se regularizem. A multa por atuação para os motoristas é de R$ 2,5 mil.

Os veículos licenciados para a atividade de transporte por aplicativo precisam receber o selo de identificação, o que ocorre somente após o cadastramento.

Os interessados devem procurar a Secretaria de Transporte e Trânsito, localizada na rua Nove de Julho, 1420, no centro.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias