Menu
terça, 22 de maio de 2018
Região

Polícia Militar apreende drogas em duas ocorrências em Porto Ferreira

28 Mar 2014 - 10h45Por Portal Difusora Pirassununga
0 - 0 -

Dois casos de tráfico de drogas mobilizaram a Polícia Militar de Porto Ferreira na última quarta-feira (26). Entorpecentes foram apreendidos, primeiramente junto com um menor e em outro caso em uma quadra poliesportiva no bairro Cristo Redentor.

O primeiro caso ocorreu pela manhã da quarta-feira (26) em uma quadra desportiva situada no bairro Cristo Redentor. A PM com equipe da ROCAM, durante trabalho de repressão ao tráfico de drogas no local recebeu uma denúncia anônima informando de que uma pessoa estaria vendendo entorpecentes próximo ao uma praça de esportes.

Rapidamente, a PM se deslocou até o local, mas não havia ninguém com as características passadas. Mesmo assim, realizaram buscas e acabaram localizando, próximo a um banco uma pacote plástico contendo em seu interior 20 cápsulas com cocaína, nove pedras de crack e 167 porções de maconha, todos prontos e embalados para a venda.

Diante do fato a ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia, sendo elaborado o boletim de ocorrência da Polícia Civil para providências. Todo o material foi apreendido.

Por volta das 15 horas, o caso aconteceu pela rua Vitória Colli, na Vila Maria. Durante patrulhamento pelo bairro, a Polícia Militar da equipe da Força Tática foi avisada por uma pessoa que teria um menor vendendo entorpecentes em uma esquina.

Rapidamente os policiais deslocaram-se até o local indicado pelo denunciante onde o menor, ao avistar a viatura, dispensou algo no chão. Ao verificarem o que era, foi constatado serem entorpecentes (oito pedras de crack, quatro cápsulas com cocaína e uma trouxinha com maconha).

Em busca pessoal realizada no adolescente, os policiais localizaram R$ 330 em dinheiro em notas fracionadas. Indagado a respeito, ele disse que a droga não era sua e que o dinheiro teria sido recebido de um trabalhado de servente de pedreiro.

Diante do fato o menor recebeu voz de apreensão em flagrante, sendo conduzido à Delegacia de Polícia, onde o Dr. Eduardo Campos ratificou a voz de apreensão e solicitou a lavratura do boletim de ocorrência da Polícia Civil, apreendendo todos os entorpecentes.

O menor infrator foi apresentado ao Ministério Público para o Promotor da Vara da Infância e Juventude e posteriormente determinou-se sua apreensão ao NAI (Núcleo de Atendimento Integrado) na cidade de São Carlos onde permanece apreendido à disposição da Justiça.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias