Menu
quarta, 26 de junho de 2019
Bons exemplos a serem seguidos

Skate promove inclusão social e revela talentos no São Carlos 8

21 Mai 2019 - 12h43Por Marcos Escrivani
Skate promove inclusão social e revela talentos no São Carlos 8 - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Tirar da ociosidade, promover a inclusão social, dar oportunidades, formar cidadão. Como consequência, dependendo da aptidão e do tamanho do sonho, um atleta.

Assim é o projeto social Skate Cidadão São Carlos 8, criado em 2017 e dirigido pelo skatista e engenheiro Rodrigo Riccó e por sua esposa, a gestora de recursos humanos Patrícia Riccó.

As atividades acontecem de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 11h e das 14h às 18h30 na praça do CEU das Artes Emílio Manzano, no São Carlos 8.

“Temos hoje aproximadamente 120 participantes. O projeto é para ambos os sexos e para crianças a partir dos 5 anos. Queremos antes de mais nada promover a cidadania. Tirar a garotada da ociosidade e proporcionar uma oportunidade. Que possam praticar uma atividade sadia, com respeito e educação. A meta é formar cidadãos”, disse Patrícia.

ESPAÇO PARA TALENTOS

Paralelamente ao projeto social, àqueles que possuem talento e aptidão para a prática do skate, podem sonhar alto. Com apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Cultura (Smec), foi formada uma equipe que disputa eventos regionais e no último final de semana estiveram presentes na primeira competição estadual.

Onze jovens skatistas estiveram presentes no Circuito Paulista de Skate Street, promovido pela Federação Paulista e pelo Sesi e realizado sábado, 18, em Diadema.

A participação são-carlense foi expressiva e quatro conseguiram excelentes resultados. Victor Lopes, na categoria iniciante, conquistou o vice-campeonato.

Na categoria mirim, mais três prêmios para os são-carlenses: Francisco Dante (6º lugar), Gabriel Couto (10º) e Lucas Toledo (11º).

Integraram o time são-carlense também: Matheus Hertiz, Alexandre Silva e Gabriel Viana (iniciante) e Ryhan Henrique, Felipe Valério, Jean Foentes, Michel Ferrari, Kenedy Andrade e Kauan Valério (mirim).

COMO COMEÇOU

Ao São Carlos Agora, Patrícia tentou definir o início do Skate Cidadão São Carlos 8. “Acredito que foi por acaso. Meu marido (Rodrigo) foi treinar no CEU das Artes e a garotada que estava lá ficou encantada. Pediram para que ele emprestasse o skate para brincar. Na verdade, acho que os meninos criaram este projeto. Eles viram, gostaram e sentiram vontade em aprender. Ai fizemos nossa parte”, comentou.

A partir daí, com algumas doações, desejo em ser solidários e determinados a passarem a experiência que carregam ao longo dos anos, Rodrigo e Patrícia iniciaram o projeto.

“Bons equipamentos fizeram a diferença. Ver a meninada treinar e agora competir é satisfatório. A gente dar uma parcela de contribuição para que esses jovens sonhem em fazer do skate uma profissão e ajudar a família é uma realização pessoal. Tem meninos que estuda, trabalha, treina e compete. Ver mãe nos agradecer é algo que nos enche de felicidade. Procuramos formar cidadãos antes de mais nada e acredito que estamos conseguindo”, finalizou Patrícia.

O projeto Skate Cidadão São Carlos 8 é gratuito e aberto a comunidade. Quem quiser participar, basta buscar as informações no Instagram: @pj.skatecidadao ou na página no Facebook: https://www.facebook.com/pj.skatecidadao/. E boa sorte!

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias