domingo, 14 de agosto de 2022
Percurso desafiador

São-carlense termina a São Silvestre na 25ª colocação

Lucas Ferraz saiu no pelotão onde havia atletas amadores; fez uma boa prova de recuperação

04 Jan 2022 - 06h42Por Marcos Escrivani
Lucas durante a prova paulistana: “percurso desafiador” - Crédito: Gabriel Barbarini e Foco RadicalLucas durante a prova paulistana: “percurso desafiador” - Crédito: Gabriel Barbarini e Foco Radical

O são-carlense Lucas Ferraz terminou 2021 em grande estilo e em São Paulo, fez o seu debut na mais tradicional prova brasileira de pedestrianismo. Entre 16 mil participantes que concluíram os 15 quilômetros da São Silvestre, terminou na 25ª colocação com o tempo de 54m53s.

Mesmo realizando treinos de base para a atual temporada, Lucas que representa a ASA/Vitorenzo São Carlos optou por ‘experimentar’ a prova paulistana. Sua estimativa era fazer um tempo abaixo dos 54 minutos. “Não consegui, porque o ritmo não encaixou mesmo. Em relação a largada, cheguei com duas horas de antecedência e fiquei bem posicionado”, explicou.

O atleta são-carlense, em entrevista ao São Carlos Agora salientou que São Silvestre é uma prova que todo corredor deveria fazer um dia, se tiver a oportunidade. “O clima de festa e a alegria entre os corredores é incrível.  O percurso é desafiador. A subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio é de fato a parte mais difícil da prova, porém para quem está acostumado a correr e treinar nas ruas de São Carlos, não encontrará um "bicho de sete cabeças", comentou.

Lucas garantiu que saiu extremamente satisfeito e realizado com sua estreia na São Silvestre. “Apesar de não ter atingido minha meta pessoal de tempo, consegui me divertir muito e obtive uma boa colocação, ficando em 25° colocado em aproximadamente 16 mil concluintes. Agradeço a minha equipe ASA/Vitorenzo São Carlos, em especial aos treinadores Altair (Maradona) e Paulo César Paiutto e a todos que torceram por mim.

Leia Também

Últimas Notícias