Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Campeonato em sete dias

Federação quer criar “bolha” para Super Paulistão de Handebol

10 Set 2020 - 08h38Por Marcos Escrivani
Larissa e Marina: dois reforços para o time são-carlense que pretende disputar o Paulista júnior - Crédito: Marcos EscrivaniLarissa e Marina: dois reforços para o time são-carlense que pretende disputar o Paulista júnior - Crédito: Marcos Escrivani

A pandemia da Covid-19 prejudicou o calendário esportivo de 2020 e as federações paulistas, em suas respectivas modalidades esportivas, buscam alternativas para que o ano não passe em branco.

Com o reinicio das atividades em plena pandemia e buscando alternativas para que as competições ocorram e que envolvidos (atletas, dirigentes, árbitros) não se infecte com o Sars-Cov-2, protocolos de segurança foram criados.

Mas a Federação Paulista de Handebol (FPHb) foi mais longe e idealizou uma “bolha”, onde os torneios serão realizados em um único local e com a duração de sete dias.

Em um comunicado distribuído aos seus filiados, a lançou a ideia do Super Paulistão 2020 que deverá ter toda estrutura, segurança e cuidados com a saúde dos envolvidos.

Para tanto os dirigentes visitaram o Centro Esportivo do complexo Perfect Liberty, localizado em Arujá, a 40 quilômetros de São Paulo. Segundo a FPHb, o local possui infraestrutura necessária para realização da competição, como alojamento com banheiro privativo, quadra 40x20, refeitório e lavanderia.

Segundo a Federação, a proposta inicial seria promover o campeonato em sete dias, com até duas categorias, dependendo do número de participantes. A estimativa de custo é de aproximadamente R$ 13 mil por equipe, naipe e categoria, sendo 20 pessoas (entre atletas e comissão técnica).

A FPHb informou ainda que os torneios seriam realizados em outubro do cadete até adulto (em ambos os sexos). As equipes interessadas tem até o final de setembro para confirmar a participação.

HANDEBOL FEMININO PRETENDE PARTICIPAR

Em contato com o técnico Antonio Carlos Rodrigues, da H7 Esportes/La Salle, a ideia é participar na categoria feminino júnior. Porém relata que o valor solicitado pela FPHb é ‘salgado’.

“Queremos participar e estamos buscando alternativas. Estamos indo atrás de parceiros e solicitando uma força. Estamos conversando com empresas que conhecemos, porém a crise abalou muito a maioria. A gente busca alternativas”, disse o técnico. “Caso algum comerciante que queira nos ajudar a participar do campeonato, basta entrar em contato pelo fone 991932270”, emendou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias