Menu
terça, 29 de setembro de 2020
Série Ouro

Chegou a hora da decisão para o São Carlos Futsal na Copa Record

10 Set 2018 - 07h07Por Marcos Escrivani
Chegou a hora da decisão para o São Carlos Futsal na Copa Record - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

Após duas excelentes vitórias na fase de classificação (4 a 2 em Bueno de Andrada e 5 a 2 em Santa Lúcia), o São Carlos Futsal se classificação com 100% de aproveitamento para a Série Ouro da Copa Record, onde estão somente oito equipes entre 54 participantes.

Nesta fase, as equipes foram divididas em dois grupos com quatro times cada. Será feito um turno único e as duas primeiras de classificam para a semifinal e permanecem com o sonho do título na temporada 2018.

Com esta meta já traçada, o São Carlos Futsal terá “três decisões” já definidas pelos organizadores. No dia 13 de setembro encara Cajuru, a partir das 20h30, no ginásio municipal de esportes Paulo Ricardo Arena, na casa do adversário.

O segundo jogo será em quadra neutra, no dia 18 de setembro, às 21h30 quando encara São José da Bela Vista, no ginásio municipal de esportes Dr. Américo Portugal Gouvêa, em Santa Rosa do Viterbo.

Posteriormente encerra a participação na fase diante de Araraquara, em compromisso determinado para o ginásio municipal de esportes Milton Olaio Filho, às 20h15. O jogo será no dia 21 de setembro.

Sob o comando de Renato Natella, a equipe treina forte e se prepara os três desafios. Para o treinador, três decisões. “Vamos tentar vencer todos os jogos. Ou na pior das hipóteses, se precisar, jogar pelo resultado mais conveniente. Nossa meta, agora, é estar na semifinal”, adiantou.

ANÁLISE MINUCIOSA

O São Carlos Agora procurou Natella e questionou sobre os próximos adversários, procurando saber do técnico, uma análise sobre os próximos obstáculos são-carlenses no torneio.

“Cajuru é experiente e tem um time campeão da EPTV na região de Ribeirão Preto. A base é forte e experiente. Vão jogar em casa e eles sabem fazer pressão. É importante que tenhamos equilíbrio emocional e saber fazer o resultado e encaixar nossa forma de jogar. São José é um time novo e que roda muito a bola. A partida será em quadra neutra e isso vai nos ajudar. Araraquara vamos enfrentar em casa. A meta é estar vivo no torneio e fazer uma bela apresentar e consolidar a vaga para a semifinal. Almejamos isso e vamos lutar pela classificação”, disse.

Nesta fase, Natella elegeu Cajuru como a “carne de pescoço” do grupo, salientando que a partida deverá ser a mais complicada porque será justamente na casa do adversário. “Lá é complicado. Vou buscar informações, ver as virtudes deles e mapear o adversário”, salientou.

SEM ERRO

Um jogo perfeito é o ideal para o treinador. Nesta fase, seriam então três jogos perfeitos. Mas ele sabe que isso é impossível. Então, errar menos é fundamental para buscar os resultados positivos.

Desta forma, além dos treinos, Natella afirmou que irá conversar com os atletas e nos treinos trabalhar modelos de jogo, variações táticas e se beneficiar com o goleiro-linha. “Temos que fazer os adversários correr atrás da gente e assim controlar o jogo. Estar tranquilo na quadra e com tudo planejado. O importante é fazer uma boa segunda fase e chegar na semifinal. Devolver a vida para o Olaio e levar famílias para vibrar pelo futsal são-carlense”, finalizou o treinador são-carlense.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias