Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021
Nos Abertos

Basquete quer fazer uma “campanha digna”

14 Nov 2018 - 13h03Por Marcos Escrivani
Basquete quer fazer uma “campanha digna” - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

As equipes masculina e feminina de basquete Meneghelli/Objetivo irão representar São Carlos nos Jogos Abertos do Interior, que começam nesta quarta-feira, 14. A meta de ambas é realizarem campanhas dignas e poder contribuir com muitos pontos e com isso fazer com que a cidade tenha uma boa participação na competição estadual que termina no dia 24.

A equipe masculina irá disputar a categoria sub20 (2ª Divisão) e o time sub17 que disputa a Liga Centro Oeste Paulista (reforçada com dois atletas sub20) irá enfrentar Porto Ferreira quinta-feira, 15, a partir das 19h no ginásio municipal de esportes José Eduardo Gregoracci, no Jardim Santa Felícia e na sexta-feira, 16, Campinas.

O feminino irá disputar a categoria livre (também a 2ª Divisão). Enfrenta Araraquara às 17h no ginásio de esportes do Santa Felícia e na sexta-feira, 16, Jaú.

O técnico Nivaldo Meneghelli Júnior enfatizou que ambas equipes são-carlenses são caseiras e nenhum atleta foi contratado. Por este motivo garante que o caminho até o pódio será complicado.

“No feminino vamos enfrentar Araraquara, que disputa o Campeonato Paulista e Jaú, que tem um time bem experiente. No masculino, acredito que as chances são melhores. Mas a meta inicial e tentar passar da primeira fase com as duas equipes”, salientou Meneghelli. Na fase de classificação acontece turno único dentro de cada grupo e os dois primeiros seguem nos Abertos.

“Pensamos sempre em pontuar para fazer com que São Carlos se coloque bem. Ainda mais por ser cidade sede. Se tivermos condições de lutar por medalha será melhor ainda”, enfatizou.

UM PRESENTE

Como ex-atleta e agora técnico, Meneghelli chega aos Abertos de número 20. “São duas décadas de participação”, lembrou.

De acordo com ele, poder representar a cidade natal jogando em casa é uma satisfação imensa. “Considero um presente. Estaremos atuando em casa em um evento que é maior que os Jogos Olímpicos. Para mim e para meus atletas é um momento importante que fica marcado. Poderá fazer com que as crianças que compareçam despertar o interesse pelo basquete. Serve como motivação”, garantiu.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias