quinta, 18 de abril de 2024
“Meu amor eterno”

Fundação Pró-Memória conta a história de São Carlos nas redes sociais

Em vários endereços, com palestras, vídeos, imagens, fotos e textos, são retratadas passagens da cidade

25 Mar 2024 - 09h48Por Marcos Escrivani
Uma foto marcante da história de São Carlos: a inauguração da estação ferroviária, atual sede da Fundação Pró-Memória - Crédito: 1908 a 1913-Coleção particular-Acervo APH-FPMSCUma foto marcante da história de São Carlos: a inauguração da estação ferroviária, atual sede da Fundação Pró-Memória - Crédito: 1908 a 1913-Coleção particular-Acervo APH-FPMSC

Cidade Sorriso, Atenas Paulista, Capital da Tecnologia. Apelidos carinhosos para uma cidade cativante e apaixonada. Antes do advento da internet, ela poderia ser pesquisada através de livros ou então em palestras com historiadores.

Mas hoje, nas redes sociais, com textos em síntese, palestras, vídeos, imagens e fotos, a história de São Carlos é contada em “verso e prosa”. Desde o primeiro dia de sua existência, no então 4 de novembro de 1857. Os livros continuam a dar sua parcela de contribuição, mas o reforço virtual chega forte para dar uma opção a mais para que gosta de “curtir o passado”.

A Fundação Pró-Memória de São Carlos está envolvida diretamente nesta iniciativa que tem a frente o Educador Patrimonial Fábio Fontana de Souza, 53 anos e a historiadora e Chefe de Divisão de Pesquisa, Leila Maria Massarão, 50 anos. “As redes sociais fizeram a população descobrir a Fundação Pró-Memória”, diz, salientando ser ao lado de Fábio, uma apaixonada pela história são-carlense.

Tudo a um click

Quem gosta de viajar na “máquina do tempo virtual” é super fácil. Basta “um click” no Facebook, no Instagram, no Tik-Tok e até no Youtube (sempre com palestras com convidados especiais). Em todos esses endereços, há links que irão transportar o internauta “De Volta Para o Passado”, parafraseando a trilogia de grande sucesso do cinema (De Volta para o Futuro) protagonizada por Christopher Lloyd e Michael J. Fox.

A reportagem do São Carlos Agora foi buscar informações sobre a iniciativa e com recepção ímpar de Fábio e Leila colheu informações sobre a história da cidade ser contada (e decantada) nas redes sociais.

“Ela (internet) facilita o acesso ao público. E queremos atingir todas as idades. Difundir a história de São Carlos através de documentos validados por profissionais. E queremos atingir o público não só da cidade, mas de todo o mundo”, disse Fábio, exemplificando o “São Carlos Amor Eterno”, que possui uma página no Facebook. “Nossa missão, com informações confiáveis, é a difusão da história nas redes sociais. É uma forma eficiente de atingir o público de uma maneira geral. Assim tivemos a iniciativa de ter a nossa rede”, emendou Leila que, ao lado do jornalista Cirilo Braga lançaram o livro “Calendário das Memórias São-carlenses” que reúne levantamentos da história local em forma de calendário.

O passado manda lembranças

Fábio e Leila informaram que hoje as redes sociais da Fundação Pró-Memória têm aproximadamente 15 mil seguidores. Porém o trabalho é feito para aumentar esse contingente. “Não definimos a quantidade de internautas. Mas queremos ter mais pessoas saboreando o passado de nossa cidade”, disse.

De acordo com Leila, as redes sociais não servem apenas para mostrar a história da cidade. “Coletamos informações, fazemos correções, serve como incentivo à pesquisa. Algumas postagens que fizemos chegaram a ser visualizada por 60 mil pessoas. É um momento para comentários e coletar informações. É um acréscimo ao trabalho”, comentou. “É uma forma de interação, pois já fizemos correções em postagens através de sugestões de pessoas que estavam presentes no momento de algumas fotos”, lembrou.

De acordo com Fábio, outro fato curioso é que, com a presença da Fundação Pró-Memória nas redes sociais é que anônimos se interessaram em compartilhar arquivos pessoais que até então eram desconhecidos.

“Um seguidor disse que irá nos enviar fotos das estações ferroviárias dos distritos de Santa Eudóxia e de Água Vermelha. Seu avô era funcionário. São imagens do século passado até então desconhecidas do público”, comentou Fábio.

Retorno enriquecedor

Por fim, o Educador Patrimonial disse que a possibilidade de interagir nas redes sociais é uma forma de atualizar e conhecer o próprio trabalho, um estudo constante, uma busca incessante por novas informações. “Eu pedalo longas distâncias e sou um apaixonado por fotos. E observo por onde passo com a bike. Vejo e revejo estações. Algumas não tem como acessar com outro veículo. Tiro fotos e curto cada momento. Amo o que faço e percebo que as pessoas têm interesse. É uma forma de unir o útil ao agradável e contar um pouco da história”, comentou.

Por sua vez, Leila disse que está no Facebook há 11 anos e no começo as pessoas tinham uma má impressão sobre o trabalho. “Hoje as mesmas pessoas procuram a gente, dialogam e são acessíveis. Nós estamos mais próximos da população que tem vontade de conhecer suas origens. É uma maneira de mostrar a São Carlos de ontem”, finalizou.

Links:

Facebook Fundação Pró-Memória: https://www.facebook.com/promemoriasaocarlos

Grupo São Carlos Amor Eterno: https://www.facebook.com/groups/saocarlosamoreterno/

Instagram: https://www.instagram.com/fundacaopromemoria/

Youtube: https://www.youtube.com/@FundacaoProMemoriadeSaoCarlos

TikTok: tiktok.com/@promemoriasaocarlos

Site: http://www.promemoria.saocarlos.sp.gov.br/

Fotos:

  1. https://www.facebook.com/photo/?fbid=802737735228692&set=a.351171650385305
  2. https://www.facebook.com/photo/?fbid=433468198822316&set=a.351171650385305
  3. https://www.facebook.com/photo/?fbid=782486973920435&set=a.351171650385305
  4. https://www.facebook.com/photo/?fbid=551104527058682&set=a.351171650385305
  5. https://www.facebook.com/photo/?fbid=779254840910315&set=a.351171650385305
  6. https://www.facebook.com/photo/?fbid=744877494348050&set=a.351171650385305
  7. https://www.facebook.com/photo/?fbid=678248317677635&set=a.351171650385305
  8. https://www.facebook.com/photo/?fbid=756656399836826&set=a.351171650385305
  9. https://www.facebook.com/photo/?fbid=734489152053551&set=a.351171650385305
  10. https://www.facebook.com/photo/?fbid=765796865589446&set=a.351171650385305
  11. https://www.facebook.com/photo/?fbid=717958867039913&set=a.351171650385305
  12. https://www.facebook.com/photo/?fbid=753232066845926&set=a.351171650385305
  13. https://www.facebook.com/photo/?fbid=680528677449599&set=a.351171650385305
  14. https://www.facebook.com/photo/?fbid=794507549385044&set=a.351171650385305
  15. https://www.facebook.com/photo/?fbid=681127887389678&set=a.351171650385305
  16. https://www.facebook.com/photo/?fbid=691928316309635&set=a.351171650385305
  17. https://www.facebook.com/photo/?fbid=686475386854928&set=a.351171650385305
  18. https://www.facebook.com/photo/?fbid=764583909044075&set=a.351171650385305
  19. https://www.facebook.com/photo/?fbid=613180090851125&set=a.351171650385305
  20. https://www.facebook.com/photo/?fbid=802737735228692&set=a.351171650385305
  21. https://www.facebook.com/photo/?fbid=780464684122664&set=a.351171650385305
  22. https://www.facebook.com/photo/?fbid=730714402431026&set=a.351171650385305
  23. https://www.facebook.com/photo/?fbid=747868384048961&set=a.351171650385305
  24. https://www.facebook.com/photo?fbid=806954394807026&set=a.351171650385305

https://www.facebook.com/photo/?fbid=663954519107015&set=a.351171650385305

Leia Também

Últimas Notícias