sábado, 02 de março de 2024
Entretenimento

Encontro de Ferreomodelismo atraiu milhares de visitantes

Pessoas de todas as idades se encantaram com as maquetes expostas na Estação Cultura

18 Ago 2010 - 09h09Por Redação São Carlos Agora

O 14º Encontro de Ferreomodelismo da Frateschi, realizado em São Carlos neste sábado (14), atraiu muita gente para a Estação Cultura. Um público estimado em 5 mil pessoas da cidade e região passaram pela plataforma da Estação para apreciar verdadeiras obras de arte.

Com sede em Ribeirão Preto, a Frateschi, única empresa que produz miniaturas ferroviárias em toda a América Latina, escolheu São Carlos para realizar seu principal evento do ano.

Adultos e crianças se encantaram com a exposição de maquetes, uma mais produzida do que a outra, retratando o entorno das estações ferroviárias e até os principais pontos das cidades como indústrias, igrejas e outros, inclusive de São Carlos.

Uma das novidades na edição deste ano foi uma maquete infantil que ficou disponível para as crianças tomarem contato com o ferreomodelismo. Elas puderam pegar nas mãos as miniaturas de trens e ver o funcionamento deles nas maquetes.

Além do Encontro e o contato com as maquetes, os visitantes tiveram acesso às exposições do Museu São Carlos e conferiram de perto os vários cargueiros da ALL – que chegaram e saíram durante todo o dia da Estação.

O prefeito Oswaldo Barba, juntamente com a presidente da Fundação Pró-Memória, Ana Lúcia Cerávolo, esteve no evento onde conversou com o idealizador da exposição, Celso Frateschi, com demais expositores, e visitou todas as maquetes expostas.

“Devido aos investimentos que fizemos nos últimos anos a nossa Estação ferroviária é uma referência, tornando-se um dos pontos mais visitados da cidade. A cada evento de ferreomodelismo que fazemos aqui o público aumenta, uma vez que o encantamento das pessoas com os trens é uma coisa impressionante”, enfatizou Barba.

Expositor ilustre – O prefeito Oswaldo Barba fez questão de cumprimentar e pousar para foto com o marceneiro, são-carlense, Antonio Joaquim da Cruz, de 88 anos, que montou uma das maquetes mais ousadas do Encontro, já que até uma mini cachoeira fazia parte do cenário. Antonio é conhecido pelos presépios mecanizados que monta há 72 anos. Em 2009 ele expôs um presépio no Mercado Municipal.

O marceneiro montou o primeiro presépio aos 15 anos e nunca mais parou. O primeiro presépio mecânico surgiu em 1941. Natural de Guarapiranga, Antonio montou o primeiro presépio em São Carlos na Igreja Santo Antonio, em 1982. Mas o maior de todos foi instalado na Igreja de Nossa Senhora da Penha, na capital paulista, em 1958. O presépio tinha 56 metros de largura e precisou de 40 dias para ser montado. Antonio revela que leva até três anos para montar suas obras.

Leia Também

Últimas Notícias