Menu
quinta, 21 de outubro de 2021
Publicações gratuitas

Projeto da UFSCar elabora livretos com expressões linguísticas da Covid-19 em diferentes idiomas

Materiais colaboram para o acesso às informações sobre a doença por aprendizes do Português, Francês, Espanhol e Inglês

13 Out 2021 - 08h21Por Redação
Livretos foram elaborados em diferentes idiomas e o acesso é gratuito - Crédito: DivulgaçãoLivretos foram elaborados em diferentes idiomas e o acesso é gratuito - Crédito: Divulgação

Um projeto de extensão, realizado no Campus Lagoa do Sino da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), acaba de lançar livretos que apresentam diversas expressões linguísticas relacionadas à Covid-19 nos idiomas Português (brasileiro), Francês e Espanhol. O material em Inglês foi lançado no ano passado. As publicações são gratuitas e ficam disponíveis no site do InformaSUS-UFSCar (www.informasus.ufscar.br). 
A elaboração do material teve coordenação da professora Ilka de Oliveira Mota, do Campus Lagoa do Sino da UFSCar, e contou com a participação de Fernanda Castelano Rodrigues, docente do Departamento de Letras do Campus São Carlos. Além disso, servidores docentes e técnico-administrativos de Lagoa do Sino e estudantes dos dois campi também participaram da iniciativa que teve a parceria com a Universidade Federal de Rondônia.
Desde março de 2020, em virtude da pandemia de Covid-19, expressões linguísticas referentes à doença ("quarentena"; "assintomático"; "achatar a curva"; entre outras) passaram a circular em todo o mundo, inclusive no dia a dia dos brasileiros. O tema está presente nos principais meios midiáticos, como rádio, TV, sites e redes sociais, dentre outros.  Diante dessa realidade, o projeto da UFSCar compreendeu a necessidade de olhar o processo de ensino-aprendizado dos falantes e aprendizes das línguas inglesa, francesa, espanhola e portuguesa (do Brasil) no que se refere ao contexto sanitário da doença. "Trazer esse tema para o contexto de ensino-aprendizagem de línguas é um modo de garantir, democraticamente, o direito de expressão em uma língua estrangeira a todo(a) e qualquer cidadão(ã)", afirma a professora Ilka Mota. Além disso, a docente aponta que, no que se refere à universidade pública, é fundamental a criação de condições materiais para que o acesso às línguas estrangeiras possa de fato se concretizar. "Neste sentido, compreendemos que a nossa proposta extensionista vai ao encontro de um projeto inclusivo, portanto democrático, característica fundamental das universidades públicas federais brasileiras", complementa.
O projeto teve início no ano passado e, em agosto de 2020, foi produzido o primeiro livreto na versão em Inglês. A partir dessa primeira experiência, o grupo ampliou a inciativa e, com a chegada de novos integrantes, foi possível produzir os livretos nos outros idiomas, de forma a atender às necessidades linguísticas e discursivas dos aprendizes dessas línguas.
Os livretos trazem informações sobre a doença, como sintomas, medidas protetivas, atendimento médico e outras, e apresentam verbos, adjetivos e substantivos úteis que podem ser usados em diferentes situações no contexto da Covid-19. "Além de todo o conteúdo sobre o coronavírus, os livretos trazem como proposta atividades instrumentais para que os aprendizes das línguas em tela possam praticar e se envolver com o tema, bem com o vocabulário e as expressões linguísticas mais recorrentes nas conversas sobre o coronavírus", explica. Os materiais produzidos neste ano (Francês, Espanhol e Português brasileiro) têm um pequeno glossário que reúne os principais verbetes sobre o tema da Covid-19. 
A professora Ilka Mota reforça que os livretos não foram elaborados por profissionais de saúde e, portanto, o objetivo não é prescrever comportamentos, "mas sim colocar à disposição de aprendizes dessas línguas algum apoio linguístico-discursivo para compreenderem e se comunicarem sobre este tema tão presente na atualidade", conclui.
Os materiais são gratuitos e já estão disponíveis para acesso na página do InformaSUS-UFSCar, em www.informasus.ufscar.br/conversar-sobre-covid-19-varias-linguas/.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias