Menu
terça, 20 de abril de 2021
Colunistas

SEJA MAIS: Com novos hábitos você pode atingir seus objetivos

30 Jan 2018 - 02h42Por (*) Ju Ferraz
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A criação de novos hábitos é essencial para você chegar à visão de futuro que planejou.  Nada menos que 40% do nosso dia são tomados pelos hábitos, como mostra uma pesquisa da Universidade Duke, dos Estados Unidos.

É como se você voasse no piloto automático por mais de nove horas ao dia.

Por isso, qualquer objetivo que você escolha, tem que ter não somente um plano de ação, mas também uma estratégia para formação ou quebra de hábitos.

Para isso é preciso criar uma mudança, e reforçá-la constante e rotineiramente.

MAS QUAL É O PODER DO HÁBITO?

No livro O Poder do Hábito o autor diz que a forma mais eficiente de mudar um hábito é entender o seu ciclo de formação e em seguida substituí-lo por outro.

Quebrar um hábito não é algo fácil. Fazer isso requer mais energia, requer sair da zona de conforto. Você vai precisar de tempo e disposição.

A única saída é compreender o ciclo de formação do hábito e adotar uma estratégia para substituí-lo. Não se trata de uma receita de bolo: cada pessoa e cada hábito é diferente. Mesmo assim, existe um método mais fácil para substituição de hábitos:

O ciclo de um hábito compõe-se de três etapas:

1)   A primeira etapa é o sinal, o gatilho que desencadeia o hábito. Qual o comportamento que você deseja modificar?

2)   Depois vem a rotina, ou o hábito propriamente dito. Qual o gatilho para esta rotina?

3)   Por fim, uma recompensa, que é aquilo que inconscientemente buscamos ao repetir o hábito. E qual é a recompensa?

Essas não são respostas simples. Nós não comemos demais necessariamente porque estamos com fome, por exemplo. O gatilho, o evento que "dispara" o hábito, pode ser tédio, falta de um nutriente específico, procrastinação.

E a recompensa também não é necessariamente o sabor da comida. Pode ser passar mais tempo à mesa, estender uma conversa ou ser simplesmente uma forma de distração temporária do trabalho.

Como as respostas não são óbvias, você terá que fazer um pouco de experimentação com seus próprios hábitos.

Anote no papel as três primeiras coisas que lhe vêm à mente quando você conclui a rotina. Podem ser emoções, pensamentos aleatórios, reflexões sobre como você se sente, ou simplesmente as três primeiras palavras que aparecem na sua cabeça.

A ideia é forçar um pequeno momento de consciência sobre o que você está pensando ou sentindo. Programe um alarme para quinze minutos depois e então pergunte-se: Você ainda sente o mesmo desejo?

Lembre-se de que o ponto do experimento é identificar qual a recompensa que você deseja. Isolando a recompensa que você realmente deseja, você poderá remodelar suas rotinas e obter ou satisfazer o mesmo desejo.

Agora vamos aos gatilhos. Você toma café da manhã todo dia por que está com fome? Ou é por que o relógio aponta sete horas da manhã? Ou é por que seus familiares estão à mesa?

Essas são algumas perguntas para compreendermos que os gatilhos muitas vezes não são tão óbvios como pensamos.

Então, a melhor maneira de você identificar os gatilhos de seus hábitos é responder a cinco perguntas no momento em que o desejo surge:

1)   Onde você está?

2)   Que horas são?

3)   Qual o seu estado emocional?

4)   Quem está por perto?

5)   Qual foi a ação que aconteceu imediatamente antes de surgir o desejo?

Dia após dia, faça-se essas perguntas e anote por escrito. Com apenas alguns dias, ficará bem claro qual dos gatilhos repetem-se e desencadeiam seus hábitos.

Procure substituir um hábito de cada vez, de acordo com as metas que traçou e com a visão de futuro para o final do ano seguinte.

Para se manter na linha durante todo o ano, é imprescindível que você possua um fluxo de trabalho praticamente automatizado para transformar qualquer demanda que apareça em sua vida em uma Próxima Ação fácil de ser identificada e executada.

Saboreie cada instante de sua vida como se fosse o último momento. Assim, quando achar algo difícil demais, saberá com clareza e segurança qual ação tomar, criando hábitos cada vez mais saudáveis e impulsionando sua vida para atingir o objetivo que realmente deseja.

Foto: Divulgação

 

(*) A autora é Coaching e Palestrante na cidade de São Carlos, graduada em Administração de empresas, no Centro Universitário de Araraquara, pós em gestão de produção pela UFscar, Coaching pela SLAC - Sociedade Latino Americana de Coaching. Contato e sugestões: Facebook: /juferrazcoachpalestrante. Email: juferrazcoach@gmail.com.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias