Menu
quinta, 29 de julho de 2021
S.Carlos no mundo da ciência e da tecnologia

Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato– Diretor do IFSC –USP conquista “Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia” 2021 e o coloca na posição dos cientistas mais premiados do Brasil

18 Jul 2021 - 08h00Por Kleber Chicrala
Vanderlei Salvador Bagnato, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) e um dos autores do artigo - Vanderlei Salvador Bagnato, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) e um dos autores do artigo -
O Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato, diretor do Instituto de Física de São Carlos – USP , coordenador do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CEPOF) – IFSC – USP , com um vasto curriculum em sua carreira científica, e inúmeras premiações, é o ganhador do “Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia” 2021 na categoria “Ciência”, que o coloca na posição dos cientistas mais premiados do Brasil.  
 
O “Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia”, criado pela Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) nas categorias “Ciência” e “Tecnologia”, é entendido como uma das maiores formas de reconhecimento e premiação da Ciência no País. Enaltecendo os pesquisadores/cientistas que se destacaram pelos seus trabalhos científicos, e dedicação contínua a sociedade e a evolução do mundo, com suas vidas entregues à ciência, tecnologia e inovações, elevando o nome do Brasil no cenário internacional. 
 
No destaque deste prêmio na categoria “Ciência” onde o Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato foi o vencedor, teve o seguinte destaque:
“ Vanderlei Salvador Bagnato:o físico que usou a luz para controlaros átomos e salvar vidas.
 
E se um feixe de luz pudesse transformar o futuro da humanidade? Essa pergunta tem movido os trabalhos de Vanderlei Bagnato, que há mais de três décadas realiza pesquisas nas áreas de Óptica e Fotônica e contribui significativamente para as aplicações da fotodinâmica e da fototerapia nas áreas da Saúde.
 
A partir de seus estudos, o físico demonstrou a eficácia da ação fotodinâmica para o controle de infecções, descontaminação de órgãos para transplante e tratamento de doenças como pneumonia, Parkinson e vários tipos de câncer. Essas técnicas foram adotadas por importantes associações brasileiras ligadas à saúde e têm se difundido por mais de 9 países da América Latina.
 
Antes de suas contribuições para a medicina, Bagnato já havia conquistado notoriedade internacional por suas pesquisas em Física Atômica, sendo um dos pioneiros nos estudos dos átomos frios e da turbulência quântica e o criador do primeiro relógio atômico do Brasil.
 
Vanderlei Salvador Bagnato é doutor em Física pelo MIT, professor titular da USP e diretor do Instituto de Física de São Carlos. É membro da Academia Brasileira de Ciências, The AcademyofSciences for theDeveloping World, da Academia Pontifícia de Ciências do Vaticano e da NationalAcademyofSciences dos EUA “. 
Lembrando também que na categoria “Tecnologia”, o vencedor foi o Dr. Júlio César Fernandes, doutor em Engenharia Elétrica pela Unicamp e CEO da
“Idea! Electronic Systems”.
 
Sobre o Prêmio
 
Quando alguém dedica sua vida à ciência e à tecnologia, seu trabalho evolui, e o mundo evolui junto. Isso é legado. E é para reconhecer esse trabalho que, em 2019, o Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia foi criado.
 
Chegando agora à sua terceira edição, o Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia se consolida como a maior premiação de reconhecimento científico do país, voltada àqueles profissionais que tanto engrandecem a produção científica e tecnológica brasileira.
 
Fontes: Kleber Chicrala – Jornalismo Científico do CEPOF – INCT –IFSC – USP , e https://premiocbmm.com.br/, e  Assessoria de Comunicação – IFSC/USP.
 
kleberchi
Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias