Menu
quarta, 23 de junho de 2021
Colunistas

Coluna de Paulo Cereda: Controles e gestão

30 Jul 2015 - 14h06Por Paulo Cereda Colunista
0 - 0 -

Na administração de empresas existe uma frase bastante conhecida: "Quem não controla não mede, quem não mede não gerencia".

Isso significa que a gestão somente será eficiente se for realizada com base em controles e parâmetros, através dos quais o empresário poderá efetuar medições de desempenho e avaliar se os resultados estão dentro do esperado. As decisões a partir destas avaliações caracterizam a gestão de uma empresa.

Três controles financeiros são, em minha opinião, fundamentais para este processo: controle de estoques, fluxo de caixa e controle de custos. Hoje falaremos a respeito do controle de estoques.

O controle de estoques não se trata somente de anotar tudo o que entra e o que sai da empresa, tanto em produtos comprados e vendidos, como também de matérias-primas processadas e vendidas ou produtos acabados, mas sim de saber como funciona sua cadeia de fornecedores, como são os ciclos de aquecimento das vendas, além de estabelecer níveis máximos e mínimos de estoques. Isso minimiza custos com perdas e estocagens desnecessários.

As perdas serão maiores no caso de produtos perecíveis ou dependentes de sazonalidade e moda. Nestes casos, informações vindas do histórico de vendas, tempo de conservação, tempo de processamento e prazos de entrega para a correta gestão das compras e prazos de entrega aos clientes. Com relação aos perecíveis, muitas vezes, vemos empresas tendo todo a sua lucratividade comprometida com as perdas dos produtos em seus estoques ou áreas de vendas.

Caso sua empresa ainda não tenha este controle, o Sebrae-SP tem especialistas para auxilia-lo nesta implementação. Sendo assim, mãos à obra. Comece hoje mesmo o inventário de seu estoque e a implementação do controle.

As informações acima são de responsabilidade do autor.

 

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias