Menu
quarta, 26 de junho de 2019
Cidade

São Carlos tem avaliação ótima em estudo sobre qualidade de vida

Pesquisa foi feita pela USP, UFSCar e Fatec/Jaú

21 Mai 2019 - 19h13Por Da Assessoria de imprensa
São Carlos tem avaliação ótima em estudo sobre qualidade de vida - Crédito: Fabio Maurício Crédito: Fabio Maurício

Uma pesquisa conjunta entre pesquisadores da USP/São Carlos, UFSCar e FATEC/Jaú, que acaba de ser divulgada, fez uma avaliação comparativa do nível de desenvolvimento socioeconômico (qualidade de vida) de 25 cidades do Estado de São Paulo com população superior a 200 mil habitantes, exceto as que se situam na região metropolitana da capital paulista. A avaliação foi feita com base em um número restrito de indicadores, e levou em conta a observação dos critérios atualidade, credibilidade e transparência.

Foram consideradas na análise as seguintes áreas: Econômica/Social, Educação, Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Mobilidade – todas com o mesmo peso na avaliação global. Os municípios que fizeram parte da pesquisa foram Americana, Araraquara, Bauru, Campinas, Franca, Guarujá, Hortolândia, Indaiatuba, Jacareí, Jundiaí, Limeira, Marília, Piracicaba, Praia Grande, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba, Sumaré e Taubaté.

As áreas de São Carlos que se destacam em comparação com as outras cidades são: educação, saúde, segurança pública e segurança no trânsito, pois nesses casos os índices do município estão entre os melhores. 

 No cômputo geral, São Carlos teve avaliação considerada ótima, ao lado de mais seis cidades: Americana, Indaiatuba, Piracicaba, Franca, Jundiaí e São José do Rio Preto. A avaliação considerada boa incluiu cinco cidades: São José dos Campos, Campinas, Limeira, Marília e Ribeirão Preto. Araraquara, Santos e Sorocaba tiveram avaliação considerada regular. No grupo avaliado como ruim estão: Bauru, Hortolândia, Presidente Prudente, Rio Claro, Sumaré e Taubaté. Na avaliação classificada como péssima se situam: Guarujá, Jacareí, Praia Grande e São Vicente.

O objetivo do estudo é proporcionar uma base de referência para as cidades maiores do Estado de São Paulo, sem dúvida uma ferramenta útil ao planejamento municipal na busca de uma melhor qualidade de vida para os seus habitantes.

Para ter acesso ao estudo completo, na íntegra, e com todas as suas particularidades, basta acessar o link  http://www.eesc.usp.br/portaleesc/attachments/article/5114/eesc_cidades_paulistas_qualidade_de_vida.pdf.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias