Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Cidade

Mobilidade é tema durante a Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Carlos

10 Nov 2017 - 08h41Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Com o tema Mobilidade, escolhido para este ano, acontece de 14 a 17 de novembro a 11ª SEASC - Semana de Engenharia Arquitetura e Agronomia da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São Carlos.

O evento que já se tornou tradição e, porque não dizer, referência entre os profissionais sempre traz nomes de peso para apresentarem suas ideias e debaterem com os participantes.

Nesta edição a programação será aberta no dia 14, com a abertura oficial às 19h, às 20h acontecerá a palestra do CREASP e fechando a noite haverá um coquetel de comemoração.

No segundo dia, 15, por ser feriado haverá apenas a Feira de Construção, evento que acontece concomitantemente à SEASC desde a primeira edição.

No dia 16, às 19h acontece a palestra: Inovação na mobilidade de cargas por meio de dirigíveis, com o eng. aeronáutico e Gerente Técnico de Engenharia da Airship do Brasil, Luiz Otávio Furtado Ferreira. 

"A Airship do Brasil, em sua participação na SEASC de 2017, levará ao público presente uma apresentação institucional da empresa a fim de ambientar os profissionais da área com as linhas de trabalho da empresa. Em seguida, dará andamento em sua apresentação com uma discussão referente à inovação que as tecnologias Mais-leves-que-o-ar, em especial os dirigíveis, produto principal da empresa, tem potencial de trazer à mobilidade de cargas, com enfoque principal no contexto logístico brasileiro. Serão feitas comparações entre os principais modais da matriz brasileira, e serão demonstradas as expectativas que se têm em relação ao uso de dirigíveis na superação das dificuldades e limitações logísticas brasileiras", conta.

Ainda na quinta-feira, às 20h30 é a vez do geógrafo George Longhitano fazer a palestra: Drones e suas soluções. Segundo ele a palestra abordará: Modelos de drones para mapeamento; Sensores disponíveis; Processamento de imagens; Aplicações e Mercado.

"Os drones são uma nova plataforma de sensoriamento remoto que tem revolucionado o mapeamento em diversas áreas, como agricultura de precisão, mineração, monitoramento de obras e ambiental. Para a execução de trabalhos com consistência, é necessária capacitação, para que que os profissionais compreendam as vantagens e limites da aplicação desta nova tecnologia em mapeamentos. Deste modo, o evento é importante para divulgação da tecnologia e como introdução para capacitação de profissionais ligados às áreas de engenharia, cartografia, geoprocessamento e topografia", explica o palestrante.

No último dia, a programação começará às 19h com a palestra do secretário municipal de trânsito e transporte de São Carlos o Eng. Antônio Clóvis Pinto Ferraz, o Coca, que falará sobre: Plano diretor de mobilidade.

E fechando a semana, às 20h30 será a vez de Marcos de Sousa, jornalista, editor e coordenador de campanhas do portal Mobilize Brasil (www.mobilize.org.br), apresentar a palestra: Mobilidade Urbana Sustentável - Ideias e conceitos para reduzir o uso do automóvel nas cidades.

Em sua apresentação, ele irá abordar a passagem do transporte de tração animal para os veículos motorizados, no início do século 20, a transformação gerada nas cidades com a expansão quase exclusiva do modo rodoviário. Apresentará os problemas herdados pelo urbanismo baseado no automóvel, como o excesso de áreas destinadas à circulação e estacionamentos de veículos, a redução (ou sumiço) das calçadas, a poluição atmosférica e o excesso de ruído do trânsito e os acidentes e doenças, que custam dezenas de bilhões de reais por ano aos cofres públicos.

Durante a palestra apresentará algumas alternativas que estão sendo adotadas em cidades de todo o mundo, envolvendo tecnologia, novos sistemas de motorização e campanhas de reeducação promovidas pelas autoridades. Opções que vão desde a redução das viagens diárias, por meio do teletrabalho, até a implantação de novos sistemas de transportes dentro das cidades e conectando cidades vizinhas, com ênfase para os projetos de transporte leve, mas que exigem projetos bem definidos articulados com políticas públicas consistentes e concebidas em conjunto com a comunidade.

Afinal, explica o palestrante, "hoje temos 85% da população brasileira vivendo em cidades e precisamos retomar a prática do planejamento urbano, agora com a prioridade na escala, na velocidade e nas necessidades das pessoas, idosos, crianças e também pessoas com deficiência. Uma cidade feita assim será um local bom para todos", enfatiza o palestrante

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias