Menu
sábado, 28 de novembro de 2020
Cidade

Cidade da Bioenergia atrai atenção do Ministério da Indústria e Comércio

13 Fev 2009 - 10h30Por Redação São Carlos Agora
Representantes da Prefeitura de São Carlos, dos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), das Embrapas, do Instituto Inova e da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas) reuniram-se na manhã de quinta-feira (12), no Paço Municipal, para discutir o projeto Cidade da Bioenergia a ser implantado no município a partir de 2010. Os membros do governo federal vieram ao município para aprofundar o conhecimento sobre o projeto, pois a intenção do presidente Lula é exportar energia para países pobres como a África do Sul.

A reunião contou com a presença do prefeito Oswaldo Barba, do assessor de Projetos Especiais João Pedrazzani, do gerente do MDIC, Carlos Manuel Pedroso Neves Cristo, do coordenador geral de agroenergia Denilson Ferreira, do engenheiro da Abimaq, Carlos Reinaldo, do chefe geral da Embrapa Pecuária Sudeste, Maurício Mello Alencar, e do chefe da Embrapa Instrumentação, Álvaro Macedo.

A discussão de ações que beneficiem a África do Sul na produção de biocombustíveis e energias renováveis foi o principal motivo da visita dos representantes do governo federal à cidade. “O desenvolvimento de técnicas e a produção de energias renováveis estão na agenda mundial, mas não são realidade para inúmeros países", destacou Carlos Manuel Pedroso Neves Cristo.

“A África é um continente prejudicado politicamente e, literalmente, a ajuda do Brasil, que está na vanguarda da produção de tecnologia e conhecimento nesse setor, vai ser a salvação da lavoura para eles, além de ser importante para os dois países na troca de conhecimento”, completou.

O representante da Abimaq enalteceu o entusiasmo da associação na idealização do projeto Cidade da Bioenergia. Ele expôs o projeto aos participantes da reunião e revelou que a Abimaq contratou estudos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para descobrir pesquisas que são realizadas em todo o Brasil sobre fontes de energia para serem agregadas à Cidade da Bioenergia. "A nossa intenção é firmar parcerias com as universidades como a USP e UFSCar para fomentar as pesquisas no setor", frisou.

Carlos Reinaldo explicou que a Abimaq se movimenta para realizar em São Carlos, no mês de agosto, um Congresso Mundial sobre Bioenergia. O membro da Abimaq destacou o empenho da cidade em implantar o projeto, diferente de outras cidades procuradas, que não tiveram a visão da dimensão do que seria o centro de desenvolvimento de pesquisa sobre energias renováveis.

De São Carlos, a missão composta pelos integrantes do governo federal foram para Piracicaba, na Esalq/USP, para conhecer as pesquisas desenvolvidas pela universidade nesse quesito.

Prefeito

Para o prefeito Oswaldo Barba, a importância da Cidade da Bioenergia foi detectada desde o primeiro momento em que a Abimaq apresentou o projeto. “Era imprescindível a centralização das discussões sobre bioenergia em um único local, pois o Brasil já oferece essa tecnologia. Nada melhor que isso acontecesse em São Carlos, que na década de 70 desenvolveu, na USP, o primeiro motor a álcool brasileiro”, destacou.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias