Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Cidade

Central de Monitoramento da Guarda Municipal entra em operação

02 Jul 2012 - 19h30
0 - 0 -

A Prefeitura de São Carlos colocou em operação, na manhã desta segunda-feira (2), as 20 câmeras que vão monitorar diversos pontos da cidade. Além de servir como instrumento de apoio às forças de segurança da cidade - polícias Militar e Civil - os equipamentos ajudam no desenvolvimento do trabalho de órgãos municipais como Secretaria de Transporte e Trânsito e Defesa Civil. "Com as câmeras, há a possibilidade de controlar o fluxo de veículos, minimizando congestionamentos. O monitoramento servirá para direcionar o trabalho da Defesa Civil em ocorrências relacionadas às chuvas", exemplifica o comandante da Guarda Municipal, João Luiz Tozzato.

O tenente do Corpo de Bombeiros, Bruno Gobbo, o delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Edmundo Ferreira Gomes, o capitão da Polícia Militar, Paulo Belonci, o presidente da Acisc (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), Alfredo Maffei Neto, o gerente de segurança eletrônica da Power Systems, responsável pela instalação dos equipamentos, Sandro Brandão e o secretário de Governo, João Muller, acompanharam o início da operação do sistema.

A Central de Monitoramento recebeu investimentos de R$ 840 mil, sendo que R$ 700 mil foram referentes ao Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania) do Governo Federal. O restante foi empregado na readequação do prédio. "A Central de Monitoramento é fruto de um trabalho intenso da Prefeitura para melhorar as condições de segurança de São Carlos, que começou com a extinção da Guarda Noturna e criação da Guarda Municipal, que hoje tem uma corporação composta por 160 integrantes, dentro do que estabelece o Plano Municipal Integrado de Segurança", afirmou Muller.

A central será monitorada por guardas municipais durante 24 horas. As imagens coletadas serão armazenadas no sistema por 30 dias. As câmeras têm alcance de 300 metros e giro de 360º. "A partir de um mapeamento realizado pelas polícias Militar e Civil é que houve a sugestão de locais para a instalação das câmeras", salientou o capitão Belonci.

Além das 20 unidades, o sistema de monitoramento ganha o reforço, no prazo de até 15 dias, de outras quatro câmeras que serão instaladas nos cruzamentos das ruas Henrique Gregori e José Pereira Lopes, General Osório e Nove de Julho, Geminiano Costa e Alexandrina e Carlos Botelho e Aquidaban.

Os outros locais de captação de imagens são: avenida São Carlos x rua General Osório; avenida São Carlos x rua Jesuíno de Arruda; avenida São Carlos x rua Major José Inácio; Episcopal x Conde do Pinhal; Episcopal x Geminiano Costa; Episcopal x Sete de Setembro;  Dona Alexandrina x Conde do Pinhal;  avenida São Carlos x XV de Novembro;  Episcopal x Carlos Botelho; José Bonifácio x XV de Novembro;  Visconde de Inhaúma x Carlos Botelho; XV de Novembro x Capitão Adão Pereira da Silva Cabral; Paulino Botelho de Abreu Sampaio x Doutor Carlos Botelho; Nove de Julho x Marechal Deodoro;  Dr. Teixeira de Barros x Desembargador Julio de Faria; Pádua Salles x João Lourenço Rodrigues; avenida Sallum x rua Itália; avenida Dr. Francisco Pereira Lopes x Comendador Alfredo Maffei; Luiz Vaz de Camões x Prof. Luiz Augusto de Oliveira; avenida Getúlio Vargas x avenida Dr. Heitor José Reali (Rotatória do Cardinalli).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias